Aloísio tira um gol certo do São Paulo

Portuguesa 2×1 São Paulo

A fase do São Paulo é tão ruim que até quando é para dar certo, dá errado. No último lance do jogo contra a Portuguesa, com o time podendo empatar o jogo, Aloísio meteu a mão na bola em um lance que ela entraria. Resultado: derrota.

Montillo é vaiado no Mineirão

Cruzeiro 0x0 Santos

A volta de Walter Montillo a Belo Horizonte para enfrentar o Cruzeiro teve muita vaia para o ex-camisa 10 da equipe. Talvez por isso ele tenha se motivado para jogar tão bem e levar perigo. O jogo acabou em 0 a 0, o que pode ser considerado bom para o Santos, já que o Cruzeiro, além de líder do Brasileirão, é a melhor defesa do torneio.

BMW no ataque, Fusca na defesa

Flamengo 3×2 Fluminense

A estreia de André Santos com a camisa do Flamengo (ou reestreia, já que ele já defendeu o time) foi razoável, mas a frase que Mano Menezes usou na coletiva para justificar porque escalou o lateral esquerdo como meia ofensivo foi emblemática: “Ele é uma BMW atacando e um fusca na defesa”. À parte isso, o Flamengo venceu com mais uma boa atuação de Elias e dois gols de Hernane, ele mesmo, o brocador. Um deles de letra. Acredite.

Golear jogando mal, é possível?

Bahia 0x3 Grêmio

Se isso é possível, foi o que fez o Grêmio. O futebol foi pobre, bem pobre. O time não jogou bem realmente, faltou muito para isso. Mas fez três gols e ganhou o jogo. Futebol tem dessas e o time é o sétimo colocado, dois pontos atrás da zona de classificação à Libertadores.

É, é, é, artilheiro é Batoré!

Ponte Preta 3×1 Criciúma

Quem diria que passadas 12 rodadas do Campeonato Brasileiro o artilheiro fosse o pouco falado Willian, atacante da Ponte Preta e que já passou por diversos clubes. Ele já tem nove tentos, o último deles marcado contra o Criciúma, na vitória da Macaca. Batoré artilheiro!

Gol da defesa

Corinthians 2×0 Vitória

Um gol de Ralf é sempre algo raro, mas é simbólico para o que o time do Corinthians tem jogado. Uma defesa muito forte, que sofreu só seis gols em 13 jogos, é a sua melhor arma. Quando Ralf marcou o gol, foi só o 12º do time (que ainda marcaria outro, em pênalti convertido por Pato). A maior arma do Corinthians é a defesa.

Furacão impossível

Internacional 2×2 Atlético Paranaense

Desde a derrota para o Coritiba, na sétima rodada, o Atlético Paranaense não perde mais. E vai além disso: são dois empates e quatro vitórias. Contra o inter, em Novo Hamburgo, o Atlético já saiu na frente logo com menos de um minuto de jogo. E complicou muito a vida do Colorado, ficando à frente no placar de novo no segundo tempo e só sofrendo o empate nos minutos finais do jogo. O Atlético já é quinto colocado, com 20 pontos. Para quem estava na zona do rebaixamento há tão pouco tempo, é impressionante.

Roupa nova, derrota nova

Coritiba 0x1 Vasco

O novo uniforme do Coritiba era a atração para o jogo contra o Vasco, mas o que acabou acontecendo foi a famosa lei do ex. Pedro Ken, ex-coxa, fez o gol da vitória do clube da Colina e deixou o Coritiba com a segunda derrota no campeonato. O desgaste do calendário de jogos consecutivos no meio de semana e fim de semana já começa a cobrar a conta do time, especialmente do seu capitão, Alex.