Loïc Badiashile ocupa o posto de quarto goleiro do Monaco. O jovem de 20 anos disputou um jogo pela Ligue 1 em toda a sua carreira, há duas temporadas, e possui duas aparições na Liga dos Campeões. Nesta quarta-feira, entretanto, Thierry Henry o escolheu para defender a meta alvirrubra nas quartas de final da Copa da Liga Francesa. E em uma temporada tão sofrível aos monegascos, o garoto deu um pouco de alento. Não teve muito trabalho no empate por 1 a 1 contra o Rennes, até se consagrar nos pênaltis. Pegou três cobranças dos adversários (incluindo a de Hatem Ben Arfa) e, com muita personalidade, converteu a que selou a classificação de sua equipe à próxima fase.

Entre lesões e má fase, o Monaco vive uma crise particular em sua meta. Danijel Subasic, Diego Benaglio e Seydou Sy acabaram se revezando na posição durante os últimos meses, com o suíço aparecendo de maneira mais constante. Enquanto isso, Badiashile continuou o seu trabalho nos treinamentos e teve o esforço reconhecido por Henry. Atuou contra o Club Brugge pela Champions, quando os outros três companheiros estavam indisponíveis, e virou a primeira opção da Copa da Liga. Compensou a confiança.

Durante o tempo normal, Badiashile não teve culpa no gol do Rennes. A defesa inteira parou e Benjamin Bourigeaud não teve problemas para marcar, de frente para a meta. Já no segundo tempo, Rony Lopes anotou o gol de empate, que forçou as penalidades. E ninguém parecia querer vencer a partida. Foram 22 cobranças. Badiashile pegou os chutes de Ben Arfa, Mehdi Zeffane e Damien da Silva, mas Youri Tielemans, Kamil Glik e Naldo pararam em Tomás Koubek. As alternadas seguiram até que os goleiros tivessem que ir à marca da cal. Koubek bateu para fora, enquanto Badiashile se consagrou, confirmando a vitória por 8 a 7.

Classificado na Copa da França e na Copa da Liga, o Monaco tenta reagir na Ligue 1. O time permanece na zona de rebaixamento, ocupando a penúltima posição, a três pontos de chegar aos playoffs de salvação e a cinco de se safar por completo. As contratações desta janela de transferências tendem a ajudar bastante, com Naldo e Cesc Fàbregas desembarcando no principado. E, por sua estrela, Badiashile também contribui para mudar a motivação.