O PSV sofreu em Belarus, mas conquistou uma importante vantagem nos playoffs da Champions


	Champions League

O PSV iniciou sua jornada na Liga dos Campeões com uma partida emocionante. Desta vez, o atual campeão holandês precisou passar pelas preliminares. Teria pela frente o Bate Borisov, acostumado a encarar as etapas prévias do torneio continental e com algumas aparições na fase de grupos. Os Boeren suaram na visita a Belarus, mas acabaram conquistando a vitória por 3 a 2 no apagar das luzes. Hirving Lozano, mais uma vez, terminou como destaque da equipe. Boa vantagem para o jogo de volta dos playoffs, marcado para a próxima semana, que determinará os últimos classificados aos grupos da competição.

O Bate saiu em vantagem diante de sua torcida. Jasse Tuominen abriu o placar, a partir de uma bola cruzada na área. Antes do intervalo, saiu o empate do PSV, a partir de um pênalti convertido por Gastón Pereiro. E a pressão aumentou até que o segundo tento dos holandeses saísse no segundo tempo, em tiro certeiro de Lozano de fora da área. Um erro do goleiro Jeroen Zoet quase custou caro demais aos visitantes, permitindo que o interminável Aleksandr Hleb empatasse novamente. Contudo, a salvação veio aos 43 da etapa final. O garoto Donyell Malen, de 19 anos, anotou o gol da vitória dos Boeren.

Nos outros duelos, dois empates. O PAOK conquistou um bom resultado, ao ficar no 1 a 1 contra o Benfica no Estádio da Luz. Pizzi abriu o placar cobrando pênalti para os encarnados, mas na segunda etapa o egípcio Amr Warda aproveitou uma sobra de bola para garantir a igualdade. Já em Belgrado, com as arquibancadas vazias por uma punição por racismo, Estrela Vermelha e Red Bull Salzburg não saíram do 0 a 0. Nesta quarta, acontecem mais três duelos de ida pelos playoffs da Champions: Ajax x Dynamo Kiev, Young Boys x Dynamo Zagreb e MOL Vidi x AEK Atenas.


Os comentários estão desativados.