O Paraguai dominou a maior parte do jogo, mas teve que se contentar com o empate contra a Bolívia em Assunção

O Paraguai mantém a invencibilidade nas Eliminatórias Sul-Americanas, mas poderia aparecer em situação melhor na tabela, dada a maneira como se desenvolveram seus jogos em casa. A Albirroja empatou a segunda partida como mandante nesta campanha, ao ficar no 2 a 2 contra a Bolívia – repetindo o placar da estreia em Assunção contra o Peru. Os paraguaios saíram em vantagem e tiveram o primeiro tempo nas mãos, mas permitiram a virada boliviana antes do intervalo. Já na segunda etapa, os guaranis pressionaram e no máximo conseguiram a igualdade, em noite de muitas intervenções do VAR no Defensores del Chaco. Artilheiro das Eliminatórias ao lado de Luis Suárez, Ángel Romero fez o quarto gol em quatro jogos no torneio.

Melhor durante os primeiros minutos, o Paraguai dominava o jogo e insistia no ataque. O primeiro gol nasceu aos 15 minutos, num puxão sobre Gustavo Gómez dentro da área que se transformou em pênalti, confirmado pelo VAR. Na cobrança, Ángel Romero buscou o canto e tirou do alcance de Carlos Lampe. A Albirroja era soberana dentro de campo, com Lampe ainda evitando o segundo gol em tentativa de Óscar Romero. Somente na reta final da primeira etapa que a Bolívia renasceu, imprimindo intensidade.

Aos 41 minutos, Marcelo Moreno foi muito inteligente para empatar. O centroavante esperou o passe na entrada da área e, sozinho, recebeu a inversão de Erwin Saavedra. Finalizou muito bem, mandando no canto do goleiro Anthony Silva. E aos 45, Moreno também esteve envolvido na virada. O atacante arrancou pela esquerda e encarou a marcação, cruzando para o meio da área. A cabeçada de Gilbert Álvarez foi bloqueada por Gustavo Gómez, mas Boris Cespedes pegou o rebote e emendou às redes.

O Paraguai voltou ao segundo tempo na pressão, com boas oportunidades de Júnior Alonso e Antonio Sanabria. A Albirroja achou que havia empatado aos 21, numa linda jogada de Ángel Romero, cruzando para Gustavo Gómez concluir às redes. Todavia, o VAR apontou um impedimento no início do lance. Pelo menos os paraguaios não precisaram esperar tanto pela igualdade. Ainda no abafa, Sanabria brigou entre os zagueiros e a bola ficou para Alejandro Romero garantir o 2 a 2 aos 27 minutos.

Entretanto, quando se esperava mais pressão no fim, o Paraguai pouco fez. O jogo ainda teve sua dose de confusão, com um bate-boca que resultou em uma expulsão para cada lado, em cartões vermelhos depois revogados com a revisão no vídeo. O árbitro venezuelano Alexis Herrera parecia mesmo disposto a roubar a cena, sem convicção alguma nas decisões. E apesar dos dilatados dez minutos de acréscimos, ninguém conseguiu buscar o triunfo tardio.

O Paraguai chega aos seis pontos nas Eliminatórias e assume a quarta colocação, ultrapassando o Uruguai. Ainda assim, a tabela facilita a posição dos guaranis no G-4, com adversários mais frágeis até o momento. Já a Bolívia soma o seu primeiro pontinho nesta campanha, depois de três derrotas nas três primeiras rodadas. Permanece na rabeira da tabela.

https://www.youtube.com/watch?v=VOJTS8AMTwE

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore