Enfrentar o Bologna costuma ser complicado, especialmente quando os Rossoblu entram em campo para se defender. Era uma prova difícil para a estreia oficial do Napoli de Rafa Benítez na Serie A, pelo menos na teoria.

Em casa, os partenopei superaram as dificuldades previstas e passaram por cima do Bologna com atuação fina de Hamsik, um dos jogadores mais regulares no campeonato. O placar de 3 a 0 foi uma largada empolgante de Benítez e seus comandados.

E ao que a torcida pode se contentar, os novos reforços chegaram dando resultado. Callejón abriu o placar e Higuaín jogou bem, apesar de ter saído sem fazer gols. Foi bem nas bolas aéreas e finalizou três vezes ao gol de Kelava.

Benítez conseguiu manter a ofensividade do time e se no ataque os adversários não encontram mais Cavani, podem se preocupar com a presença de área de Higuaín, bem servido por Callejón, Hamsik e Pandev na partida de hoje. O esquema de 4-2-3-1 não aproveita todo o talento de Inler e Behrami, mais focados na marcação, mas trará problemas para qualquer defesa no torneio.

O que a Serie A precisa mesmo é um time que não só queira como consiga ameaçar a Juventus, que caminha para renovar seu título nacional. E este Napoli parece pronto para novamente ser aquele candidato que não desgrudará dos atuais campeões. A ver se a novidade continuará sendo a principal motivação de um time dinâmico que já se conhece muito bem.