O Norwich City permanece como um dos mais fortes candidatos ao rebaixamento na Premier League. Os Canários somam apenas cinco vitórias em 28 rodadas e sofreram 17 derrotas, com sobras o pior no quesito. No entanto, a equipe também sabe se portar em duelos contra alguns dos melhores clubes do campeonato. E, que o Leicester venha perdendo fôlego desde a virada dos turnos, isso não apaga a ótima atuação dos anfitriões em Carrow Road nesta sexta. Por 1 a 0, o Norwich derrotou as Raposas e retoma suas esperanças de salvação.

Assim como acontecera contra o Manchester City durante o primeiro turno, o Norwich equilibrou a partida contra o Leicester. As duas equipes buscavam o ataque, até que as Raposas dessem seu primeiro grande susto aos 24 minutos, quando Dennis Praet carimbou a trave. A partir de então, o time de Brendan Rodgers começou a ser mais perigoso e ameaçava bastante a meta de Tim Krul. Porém, sem Jamie Vardy, faltou eficiência aos visitantes.

O Leicester até balançou as redes aos quatro minutos do segundo tempo, mas Kelechi Iheanacho tocou a bola com a mão e o tento seria corretamente anulado. O Norwich voltaria a crescer na sequência da partida, forçando um milagre de Kasper Schmeichel aos 17, quando Ondrej Duda pegou na veia. Logo depois, o embate se repetiria, com mais uma defesaça de Schmeichel contra Duda. Todavia, o gol dos Canários também amadurecia. Ele saiu aos 25 minutos.

Max Aarons fez uma jogadaça pela direita, ao passar por Ben Chillwell e cruzar. Jamal Lewis estava do outro lado da área, dominou a bola no peito e arriscou o chute de um ângulo difícil. Desta vez, Schmeichel não alcançou o tiro venenoso, que entrou no cantinho. Depois disso, o Norwich tratou de administrar a vantagem, se fechando mais. Mesmo tentando pressionar, o Leicester não criou tanto para arrancar o empate. Pelo contrário, Schmeichel até trabalhou mais que Tim Krul e evitou o segundo tento dos anfitriões no final.

O desempenho do Norwich neste início de ano melhora. A equipe soma quatro vitórias e dois empates em dez partidas, embora dois desses triunfos tenham acontecido pela Copa da Inglaterra. Os Canários somam 21 pontos, ainda na lanterna da Premier League, mas a quatro pontos de deixar o Z-3. A concorrência também não deslancha. Já o Leicester permanece em terceiro, mas não pode se descuidar. Sua vantagem no G-4 é de nove pontos, mas as Raposas só venceram três partidas nas últimas 12 rodadas. Lá se vão quatro jogos em jejum.

Classificações Sofascore Resultados