O Newcastle passa mais apuros do que deveria na Copa da Inglaterra. Por duas vezes, após o empate no primeiro encontro, os Magpies dependeram do replay para eliminar um adversário da terceira divisão. Após a provação contra o Rochdale na fase anterior, a equipe lutou até a prorrogação para despachar o Oxford United nesta terça, dentro do Estádio Kassam. Os pequeninos tiraram uma diferença de dois gols no placar, já depois dos 41 do segundo tempo, e somente no segundo tempo extra é que o Newcastle confirmou a vitória por 3 a 2. O clube alcança as oitavas de final da FA Cup pela primeira vez desde 2006. E, apesar de tudo, Allan Saint-Maximin merece menção honrosa pela forma como destruiu nos últimos minutos.

Até parecia uma partida fácil ao Newcastle. Com meia hora de jogo, os Magpies abriram dois gols de vantagem, graças aos tentos de Sean Longstaff e Joelinton. A reação do Oxford United demorou, mas se tornou galopante no fim do segundo tempo. Liam Kelly descontou com um lindo gol de falta aos 41 e Nathan Holland empatou aos 49, no que parecia um ato heroico. A prorrogação, todavia, guardou o melhor de Saint-Maximin. O atacante anotou um golaço a quatro minutos dos pênaltis, ao fazer estrago na entrada da área, e ainda protagonizou um lance mágico para prender a bola na linha de fundo durante o final.

Garantido nas oitavas, o Newcastle já sabe que encontrará uma pedreira. O adversário será o West Bromwich, sério candidato ao acesso na Championship. Também nesta terça, além do Liverpool, outros três times avançaram na FA Cup. O Birmingham bateu o Coventry nos pênaltis, após o empate por 2 a 2, enquanto o Reading também superou o Cardiff nas penalidades após o 3 a 3. Por fim, o Derby County derrotou o Northampton por 4 a 2, com direito a um tento de Wayne Rooney para fechar a contagem. O adversário dos Rams (e do veterano) na próxima fase será o Manchester United.