Daniele Croce, ex-jogador de Maurizio Sarri em vários clubes, contou ao Guardian que um dia o novo treinador da Juventus encontrou o carro de um dos seus comandados na sua vaga e bateu no carro até que ele se movesse. Jorginho, jogador que levou do Napoli ao Chelsea, acrescentou que o italiano nunca encosta na bola que está em jogo. São superstições, e nem precisamos mencionar que Sarri as leva muito a sério. O Napoli com certeza sabe muito bem disso.

Tanto que recebeu Sarri de volta à Itália com um vídeo irônico e engraçado em que brinca com as superstições do seu antigo treinador, a quem muitos em Nápoles criticam por ter aceitado trabalhar na grande rival Juventus.

Em um minuto, torcedores do clube brincam com diversas crenças, na tentativa de levar má sorte ao seu antigo comandante. Mencionam que Sarri com certeza será campeão, em uma espécie de zica reversa. Citam o número 13, relacionado ao azar em várias culturas, e o 17, que tem essa aura na Itália. Também mostram chifres vermelhos, que muitos napolitanos, em particular, carregam em chaveiros para atrair a sorte.