A pergunta sobre quem irá parar o Manchester City segue em aberto e, apesar do time de Pep Guardiola ter conseguido mais uma vitória contra o Bristol City nesta terça-feira, pela Copa da Liga Inglesa, o técnico adversário se disse feliz. Apesar da derrota, o atual líder da Premier League teve dificuldade em derrotar o Bristol City, da segunda, divisão, e por isso seu técnico, Lee Johnson, fez muitos elogios à equipe. E Guardiola também elogiou os rivais, que ainda voltam a se enfrentar no fim do mês pelo jogo de volta.

LEIA TAMBÉM: O corajoso Bristol City aprontava mais uma, até Agüero arrancar a vitória suada do City

“Eu acho que taticamente os jogadores foram excelentes hoje”, afirmou o treinador Lee Johnson. “Nós tivemos duas ou três oportunidades que ficamos muito perto de marcar”. O bom desempenho do Bristol impressionou também o técnico adversário, Pep Guardiola. O Manchester City dirigido por ele ainda não perdeu nenhum jogo doméstico na temporada – foi derrotado apenas na Champions League – e parabenizou os rivais.

“Muitos parabéns. Eles vieram aqui para tentar jogar”, disse o catalão. “Eles tentaram jogar porque Marlon Pack é um bom jogador e o atacante tem boa mobilidade, então eles tiveram a coragem de jogar e isso por que eu acho que o jogo foi realmente muito bom para os dois times”, opinou. “É em benefício do futebol, pelos torcedores e para todo mundo quando dois times vão a campo e tentam jogar. Quando isso acontece, cabe a nós encontrar uma forma de superá-los”, continuou Guardiola.

Depois do bom desempenho, Guardiola e Johnson se cumprimentaram depois do jogo e trocaram algumas palavras. Na sua coletiva depois do jogo, o técnico do Bristol foi perguntado sobre o que foi falado entre os técnicos. “Foi uma conversa interessante”, afirmou ele. “Uma conversa curta, mas uma conversa que eu posso passar para os jogadores e o crédito e os parabéns que ele deu ao nosso time por vir aqui e tentar jogar do nosso modo”, revelou o treinador. “Nós tivemos sucesso nisso em um grande número de oportunidades. Nós temos que respeitar isso, às vezes, vamos estar defendendo, mas também tentamos atacar”.

“Houve um bom futebol e um bom desempenho individual e eu acho que o mundo viu o que é o Bristol City. Eu acho que isso melhorou a reputação dos jogadores um pouco mais”, continuou Johnson. “Quando nós marcamos, eu não queria fazer Pep ficar nervoso, isso com certeza”, disse, sorrindo, o técnico do Bristol.

Apesar da derrota por 2 a 1, nem tudo está perdido para o Bristol. No jogo de volta, dia 23 de janeiro, o time terá que vencer, mas jogará ao menos em casa. “É o intervalo e nós conseguimos um gol fora de casa e isso é importante”, ponderou o técnico. “Nós ainda estamos na disputa, a repercussão continua e a espera pelo jogo será muito empolgante”.

Guardiola, pelo seu lado, comemorou a recuperação do time, que teve que virar a partida para conseguir a vitória por 2 a 1. “Sem esse espírito, você não pode ganhar títulos em nenhuma competição no mundo”, disse o treinador do Manchester City. “É fácil controlar as situações nos bons momentos, mas é ainda melhor quando você encontra como reagir a estas situações no mau momento e nós tentamos até o último minuto”, afirmou Guardiola. “É por isso que nós temos sucesso tantas vezes nessa situação e isso será realmente importante, eu diria essencial, em competições como a Champions League”.

O Bristol City é o quarto colocado na Championship, segunda divisão inglesa, com 47 pontos. O primeiro colocado, disparado, é o Wolverhampton, com 67 pontos, seguido por Derby County, com 49, e Cardiff City, com 47. Os dois primeiros sobem direto para a primeira divisão e os quatro seguintes disputam a última vaga na Premier League em um playoff.


Os comentários estão desativados.