Desde que se firmou entre os principais centroavantes da Europa, ainda com a camisa do Borussia Dortmund, Robert Lewandowski viveu fases bastante prolíficas em sua carreira. No entanto, o desempenho do artilheiro neste início de temporada com o Bayern de Munique é acima do comum. Após passar em branco na Supercopa da Alemanha, Lewa balançou as redes todas as vezes em que entrou em campo pelos bávaros a partir de então. São 12 jogos consecutivos com gols, totalizando 18 tentos pelo clube nas diferentes competições. Nesta terça, o polonês mais uma vez se provou letal, ao comandar a reação dos alemães na apertada vitória contra o Olympiacos pela Champions League. De virada, a equipe de Niko Kovac voltou da Grécia com o triunfo por 3 a 2.

Lewandowski lidera a corrida pela Chuteira de Ouro neste momento. O centroavante anotou 12 gols em oito rodadas da Bundesliga, enquanto nenhum jogador das outras grandes ligas nacionais europeias superou os nove tentos em seus respectivos campeonatos. Os 18 gols em todas as competições, além disso, deixam Lewa no topo da lista de artilheiros da temporada europeia. O único jogador que se equipara ao polonês é o garoto Erling Haland, também com 18 gols pelo Red Bull Salzburg. O craque do Bayern também é o máximo goleador da Champions até aqui, com cinco tentos.

Antes que Lewandowski aparecesse em Pireu, entretanto, o Bayern precisou lidar com as dificuldades da partida contra o Olympiacos nesta terça. Os alemães dominavam a posse de bola no Estádio Karaiskakis, mas esbarravam na bem armada defesa grega. E os anfitriões saíram em vantagem logo em um de seus primeiros ataques, aos 23 minutos. Após cruzamento da esquerda, Youssef El-Arabi cabeceou em direção ao chão. Manuel Neuer ainda tentou salvar, mas a bola já havia entrado quando ele fez a defesa, em lance validado pela tecnologia na linha do gol. O goleiro, ao menos, evitou um tento contra de Lucas Hernández pouco depois. Para sorte dos germânicos, o empate não demorou a sair. Aos 34, Lewa foi solidário e passou a Thomas Müller, que forçou uma defesaça do goleiro José Sá. Na sobra, o polonês não perdoou.

Durante o segundo tempo, o Olympiacos partiu para cima e criou algumas oportunidades para retomar a vantagem, mas falhou nas conclusões dentro da área. Lewandowski tranquilizou o Bayern ao arrancar a virada, com 17 minutos. Num lance brigado, após cobrança de escanteio, o centroavante solou a bola e conseguiu mandar para dentro. A situação dos visitantes melhorou um pouco mais aos 30, quando Corentin Tolisso ampliou. O volante pegou um rebote na entrada da área e mandou na gaveta, sem chances a José Sá. O Olympiacos voltou a descontar três minutos depois, em bomba de Guilherme que desviou na marcação e atrapalhou Neuer. No entanto, a tentativa dos gregos em buscar novo empate esbarrou na defesa bávara. Neuer pegou uma bomba de Daniel Podence para evitar a igualdade.

Apesar do destaque óbvio a Lewandowski, o Bayern teve uma atuação reticente. E leva problemas para a sequência de seu trabalho. Lucas Hernández precisou ser substituído no início do segundo tempo, ao se lesionar. Enquanto a defesa de Niko Kovac mostra problemas na temporada, mais vazada do que o costume, o treinador perde opções, após Niklas Süle ter se contundido seriamente na rodada do final de semana.

O Bayern de Munique mantém os 100% de aproveitamento no Grupo B da Champions, com nove pontos, mas exibe ressalvas. Entretanto, a concorrência permite aos bávaros garantirem grande vantagem. O Tottenham até se recuperou, agora com quatro pontos, e ocupa a segunda colocação. Estrela Vermelha (três pontos) e Olympiacos (um ponto) tentarão encurtar as distâncias na metade final desta primeira fase. Terão que se preparar à artilharia pesada de Lewandowski.

Classificações Sofascore Resultados