O Manchester United passa por mais um período de mudanças. Saiu Zlatan Ibrahimovic do comando de ataque para a chegada de Romelu Lukaku. Wayne Rooney encerrou sua passagem de 13 anos por Old Trafford para retornar ao Everton e deixou vago o posto de capitão da equipe. Nesta terça-feira, o clube inglês anunciou que Michael Carrick assumirá a responsabilidade de liderar o vestiário.

LEIA MAIS: Precoce como prodígio e como veterano, Rooney deixa o Manchester United com status de lenda

Carrick, 35 anos, está no clube desde 2006 e tem contrato até o fim da próxima temporada. Já atuou 459 vezes com a camisa dos Red Devils, 38 na última temporada. E, quando está em campo, o nível da equipe tende a aumentar: foram 22 vitórias, 13 empates e apenas três derrotas nessas partidas.

“É minha 12ª temporada seguida (no Manchester United) e eu cheguei aos 25 anos. Nunca pensei que ficaria aqui tanto tempo e conquistaria tantas coisas. Eu passei a amar o clube ao longo dos anos e é muito especial estar nessa posição”, afirmou, ao site do clube. “Vou continuar sendo eu mesmo. É errado assumir este cargo e de repente mudar, começar a gritar com todos, dizendo o que devem fazer. Não sou assim. Vou falar com eles quando precisar falar, mas sou muito na minha, na verdade. Vou tentar liderar por exemplo”.

O cargo de capitão do Manchester United não muda tão frequentemente. Tanto que, desde 2006 em Old Trafford, Carrick atuou sob o comando de apenas três jogadores: Gary Neville, Nemanja Vidic e Wayne Rooney.