Por Paulo Júnior, da Central3

O Meu Time de Botão, podcast semanal que visita a história de grandes times de futebol, já retratou campeões, vices frustrados, campanhas surpreendentes, campeonatos, clássicos. Dessa vez, voltamos a uma específica final de Campeonato Brasileiro, presente na nossa memória infantil enquanto formação de fã de futebol e que, apesar dos grandes personagens envolvidos, terminou sem gols: dois empates por 0 a 0, em dezembro de 1997, deram o título ao Vasco diante do Palmeiras.

O programa passa pelo escândalo que derrubou Ivens Mendes, presidente da Comissão de Arbitragem, e por tabela fez Fluminense e Bragantino, rebaixados em 1996, disputarem a Primeira Divisão; depois, narra o início das temporadas de Vasco e Palmeiras e as respectivas quedas nos Estaduais (com direito a rebolada de Edmundo para cima de Gonçalves no Rio, e Sebastião Lapola de técnico alviverde em São Paulo), Copa do Brasil e Torneio Rio-São Paulo.

Chegado o Campeonato Brasileiro, o Palmeiras do novo técnico Luiz Felipe Scolari e um elenco de nomes como Alex e Viola chegou a liderar no início, mas depois caiu de rendimento. Já o Vasco, de Pedrinho, Juninho, Felipe, Edmundo e Evair, cresceu na parte final e foi à segunda fase com a melhor campanha do país.

Nos quadrangulares finais, Palmeiras e Vasco voaram – garantiram um lugar na decisão com uma rodada de antecedência, cada um em seu grupo. Em dois jogos, passamos, claro, pelos melhores momentos e pela grande polêmica que cercou as partidas – Edmundo, expulso no primeiro jogo depois de já estar fora da segunda partida pelo terceiro amarelo recebido, conseguiu um efeito suspensivo para atuar na finalíssima.

O impossível Edmundo, recordista de gols num jogo (6), num campeonato (29), e reeditando a dupla com Evair, agora no Vasco; os gols de Viola e Oséas no time de Felipão, e também de Roque Junior, Júnior e Zinho; e até a seleção brasileira, que fez preliminar na TV jogando a final da Copa das Confederações. Tudo isso, aqui, no Meu Time de Botão especial final do Campeonato Brasileiro de 1997.

Para baixar o podcast, clique aqui.