O Liverpool lidera a Premier League com números impressionantes. Dentro de campo, porém, o time de Jürgen Klopp também precisou arrancar algumas vitórias sofridas nas últimas semanas, mesmo contra adversários mais fracos. Depois da goleada sobre o Everton no clássico do meio de semana, ao menos, a torcida dos Reds pôde desfrutar outro resultado amplo. Poupando alguns jogadores-chave, o Liverpool não teve problemas e derrotou o Bournemouth por 3 a 0. Naby Keita apareceu bem, contribuindo para a tarde de belíssimas assistências.

Durante a primeira meia hora, o Bournemouth ainda tentou demonstrar que estava no jogo. O Liverpool, porém, era obviamente mais perigoso e tomava a iniciativa. E, por mais que o time crescesse em campo, a lesão de Nathan Aké pareceu facilitar a missão dos Reds. Pouco depois que o zagueiro foi substituído, Alex Oxlade-Chamberlain abriu o placar, aos 35. Jordan Henderson acertou um lançamento descomunal e, na saída do goleiro Aaron Ramsdale, o atacante se esticou para completar. Lindo tento, graças à participação do capitão.

O Liverpool se motivou com o gol, por mais que também tenha perdido Dejan Lovren na sequência. Roberto Firmino tentou deixar sua marca, mas quem ampliou foi Naby Keita, aos 44. Mais uma pintura. O meio-campista avançou pela faixa central e entregou a Mohamed Salah, de costas para o gol. O egípcio ficou cercado por três marcadores, mas teve um tempo de bola absurdo para devolver de calcanhar e deixar o companheiro de frente para o crime. Com o bico da chuteira, Keita resolveu.

Já durante o segundo tempo, o Liverpool parecia disposto a resolver logo. Aos oito minutos, a combinação do gol anterior se repetiu para o terceiro. Desta vez, Keita foi o garçom com uma enfiada de bola pensando na frente. Salah se projetou e chutou com extrema calma, dando um toquinho no contrapé de Ramsdale. O Bournemouth veria um gol bem anulado por impedimento, embora o grito do quarto tenha ficado mesmo preso aos Reds. Bem que tentaram, sem conseguir ampliar.

O Liverpool assiste ao clássico de Manchester com a pipoca nas mãos. O time de Jürgen Klopp chega aos incríveis 46 pontos em 48 possíveis, 11 de vantagem sobre o Leicester, que defenderá sua vice-liderança contra o Aston Villa no domingo. A preocupação dos Reds é mesmo com o excesso de partidas e, sobretudo, com a classificação a se definir na Champions League. Neste sábado, os campeões europeus cumpriram o protocolo. Já Bournemouth, que não vence há cinco rodadas, aparece no 15° lugar, a um ponto do Z-3.

Classificações Sofascore Resultados