O Lens volta à Ligue 1 com uma boa aposta para o gol: Fariñez chega por empréstimo

O final antecipado do Campeonato Francês não garantiu o devido destaque às conquistas possibilitadas pela conclusão das disputas. E um dos grandes vencedores nesta história foi o Lens, um dos clubes mais tradicionais do norte do país. Campeão nacional em 1997/98, o Sang et Or estava ausente da primeira divisão desde 2015 e faturou o acesso com a segunda colocação na Ligue 2, abaixo do Lorient. Diante da perspectiva de se manter na elite, a equipe se movimenta no mercado e faz suas primeiras contratações. E, nesta quarta-feira, fechou um reforço interessantíssimo com a chegada do goleiro Wuilker Fariñez, titular da Venezuela.

Prestes a completar 22 anos, Fariñez surgiu no Caracas e passou os dois últimos anos com o Millonarios. Não conquistou títulos no Campeonato Colombiano, mas se manteve entre as grandes figuras dos alviazuis, com diversas atuações marcantes e recorrentes milagres. Além disso, mesmo tão jovem, permanece como titularíssimo na seleção da Venezuela. Após ser vice-campeão mundial sub-20 em 2017 e alavancar os resultados da Vinotinto nas Eliminatórias para a Copa de 2018, também teve boas aparições na última Copa América.

A altura é um entrave a Fariñez. O goleiro teve sua transferência à Europa especulada em outros momentos, mas o 1,75 m de estatura serve de natural motivo de desconfiança a um jogador de sua posição. O venezuelano compensa isso com muita agilidade sob os paus e boa impulsão. Mesmo baixo, isso não foi um problema para construir sua reputação com a seleção venezuelana ou mesmo para ganhar o respeito dos torcedores do Millonarios. O Lens faz sua aposta e serve de porta de entrada ao jovem no futebol europeu. Quem sabe, para ascender ainda mais.

Fariñez chega ao Lens por empréstimo de um ano, com opção de compra aos franceses. A precaução é compreensível, considerando o momento incerto do futebol e o próprio risco que os recém-promovidos têm de retornarem à segunda divisão. É a terceira contratação do Sangue et Or para a próxima temporada, após os anúncios do meio-campista Jonathan Clauss (destaque no acesso do Arminia Bielefeld à Bundesliga) e do ponta Corentin Jean (que veio do Toulouse, após participar de alguns jogos no acesso do Lens à elite).

“Tentarei ser muito feliz aqui e satisfazer a torcida assim que tiver oportunidade. É uma grande mudança na minha carreira e na minha vida. Também é uma grande oportunidade e darei tudo para ter êxito, porque o clube merece. Meus objetivos aqui são principalmente coletivos: permanecer na Ligue 1, não estabelecer um limite, terminar o mais alto possível”, salientou Fariñez, em sua apresentação. Mas sabe também que será uma prova importante de talento e regularidade para almejar clubes maiores.