O iluminado Vina fez a diferença mais uma vez, para que o Ceará também vencesse o Clássico-Rei do Brasileirão

As ameaças de Paulo Carneiro, presidente do Vitória, deixaram Vina em evidência na última semana. O meia foi um dos carrascos dos rubro-negros na eletrizante classificação do Ceará à próxima fase da Copa do Brasil. E parece que a polêmica deu mais motivos ao camisa 29 para aproveitar os holofotes, em sua excelente temporada com o Vozão. Vina anotou um golaço contra o Atlético Goianiense no último final de semana e, nesta quarta, decidiu o clássico contra o Fortaleza pelo Brasileirão. Seria ele, outra vez, o nome da noite no triunfo alvinegro por 1 a 0 dentro do Castelão, em mais uma atuação na qual o time de Guto Ferreira amarrou os tricolores.

Vina atravessa um ano excelente com o Ceará e, antes do início do Brasileirão, já tinha sido um dos principais responsáveis pela conquista da Copa do Nordeste. À medida que o trabalho de Guto Ferreira tem continuidade, o meia reforça seu papel como referência ofensiva do Vozão. E isso se nota nos bons resultados das últimas semanas, com gols frequentes do camisa 29. Fez toda a diferença no Castelão.

O primeiro tempo do Clássico-Rei teria poucas emoções. Seria um jogo concentrado na intermediária, com o Ceará muito bem organizado para travar as virtudes ofensivas do Fortaleza. Somente depois dos 20 minutos é que as chances começaram a surgir. O Vozão deu sustos com Fernando Sobral, incluindo um tento anulado por impedimento, enquanto o Leão do Pici respondeu com um lance em que David errou a meta escancarada à sua frente. Mas a predestinação era de Vina, que assegurou a vitória aos 43. Charles cruzou na linha de fundo e, quando o goleiro Felipe Alves saía para abafar, Vina completou de primeira.

O gol permitiu ao Ceará fazer um segundo tempo ainda mais seguro, defendendo-se com solidez e buscando os contra-ataques. A estratégia poderia ter rendido uma vantagem mais ampla, não fosse Felipe Alves. O goleiro faria duas grandes defesas. Primeiro, em jogada puxada por Vina, antes que Samuel Xavier soltasse o canudo e o arqueiro espalmasse. Depois, em arremate do próprio Vina dentro da área, após fintar a marcação e buscar o canto. O Fortaleza seguiu sem força ofensiva, mesmo com as alterações de Rogério Ceni melhorando as opções do ataque. De novo, o excelente trabalho defensivo dos alvinegros anulou os tricolores.

O momento favorece o Ceará no clássico. Depois da vitória na semifinal do Nordestão, o triunfo se repete de maneira parecida no Campeonato Brasileiro – e permite que o Vozão passe à frente na tabela. Os alvinegros chegam aos 10 pontos, com três vitórias consecutivas, na quinta colocação. Já os tricolores caem ao nono lugar, dois pontos atrás. E vale ressaltar os números de Vina, com nove gols e oito assistências pelos cearenses em 2020. Parece com mais gosto de aparecer e fazer valer o momento iluminado.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore