O Hertha até saiu na frente, mas Haaland respondeu insaciavelmente e fez quatro na virada do Dortmund

O Hertha Berlim é mais promessa que realidade no momento, sem engrenar em mais uma edição da Bundesliga. Apesar disso, o compromisso no Estádio Olímpico de Berlim inspirava cuidados ao Borussia Dortmund e o time da capital pareceu pronto a desbancar os visitantes. Matheus Cunha abriu o placar com um golaço e levou seu time com a vantagem rumo ao intervalo. Foi o que despertou Haaland, num início de segundo tempo incontrolável. Como sempre oportunista, o norueguês balançou as redes quatro vezes e possibilitou a virada, com o placar de 5 a 2 favorável ao time de Lucien Favre. Mais uma noite espetacular do artilheiro, na partida em que o promissor Youssouf Moukoko ainda se tornou o mais jovem a entrar em campo pelo Campeonato Alemão.

O Borussia Dortmund iniciou a partida num 3-4-3, com o ataque formado por Marco Reus, Erling Braut Haaland e Julian Brandt. Os aurinegros pressionavam no campo ofensivo, mas encontravam dificuldades para finalizar. Bem vigiado, Haaland pouco conseguia aparecer na área do Hertha. A partir dos 20 minutos, os berlinenses passaram a descolar alguns contra-ataques. E seriam mais eficazes nesta estratégia, com o primeiro gol aos 33. Num avanço rápido, Matheus Cunha recebeu na intermediária. Dominou e soltou um míssil, estufando as redes.

O Dortmund tentou intensificar suas ações antes do intervalo, mas não conseguia aproveitar tanto as subidas dos alas. O trabalho da marcação do Hertha era excelente. A melhor oportunidade veio nos acréscimos, em boa troca de passes pela esquerda, mas Haaland não conseguiu arrematar a bola que passou à sua frente. A reação precisaria vir no segundo tempo. E foi o que aconteceu, em poucos minutos, redimindo Haaland.

O empate do Dortmund se consumou logo no primeiro ataque. A equipe avançou pela direita, com Reus aproveitando a passagem de Emre Can. O cruzamento do zagueiro chegou a Haaland, totalmente livre, e ele não desperdiçou. Quando o Hertha tentou responder, concedeu espaço a um contragolpe dos aurinegros. A virada aconteceu aos cinco minutos, de novo com Haaland. Brandt percebeu muito bem a movimentação do centroavante, escapando da marcação pela esquerda. O norueguês recebeu o passe com muita liberdade e teve todo o tempo para definir, fuzilando o goleiro Alexander Schwolow.

A partida seguiria mais aberta, com bons avanços de ambos os times e defesas mais expostas. Porém, o ritmo voltaria a se reduzir e o Dortmund impôs novamente seu domínio. O terceiro gol surgiu aos 17, num erro do Hertha. Após um recuo muito forçado, Haaland disparou para ganhar de Omar Alderete na velocidade e driblar Schwolow, antes de concluir ao barbante. O resultado parecia encaminhado neste momento, mas o BVB trataria de marcar o quarto aos 25, numa linha de passes até que Raphaël Guerreiro chutasse dividindo na área.

O Hertha tentou colocar um pouco de tempero na reta final da partida, descontando aos 34. Mattéo Guendouzi sofreu pênalti e Matheus Cunha, com paradinha, converteu. O problema é que os berlinenses não segurariam a resposta imediata do Dortmund. Os aurinegros partiram com tudo na saída de bola e, num lance brigado, Jude Bellingham enfiou para Haaland assinalar seu quarto gol na noite. O norueguês sairia pouco depois disso, para que Youssoufa Moukoko entrasse em campo. Fenômeno na base do BVB, o atacante se tornou o mais jovem a estrear na história da Bundesliga, um dia depois de completar 16 anos. Contudo, faltou tempo para o prodígio mostrar seu talento, sem que sua equipe acelerasse para mais.

O Borussia Dortmund sobe à segunda posição da Bundesliga com a vitória, aproveitando o empate do RB Leipzig contra o Eintracht Frankfurt. Os aurinegros somam 18 pontos, levando a melhor sobre o Bayer Leverkusen no saldo de gols. O Bayern de Munique, que também tropeçou diante do Werder Bremen, aparece um ponto à frente. Já o Hertha é o 13° colocado, com somente sete pontos.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore