Riyad Mahrez vive um ano de 2018 bastante agitado. Ele parecia destinado a deixar o Leicester em janeiro com o comentado interesse de alguns clubes, como o Manchester City, que admitiu ter feito proposta para levá-lo ao clube. Só que o dia 31 de janeiro passou e ele continuou no Leicester. A transferência frustrada enfureceu o argelino, que ficou alguns jogos fora da equipe. Agora ele está reintegrado e, neste sábado, marcou um golaço de falta que salvou os Foxes da derrota em casa pra o Bournemouth. E nos acréscimos!

LEIA TAMBÉM: Manchester City impôs seu estilo de forma avassaladora para dominar um impotente Chelsea

O Leicester comandado por Claude Puel, o time saiu do seu 4-4-2 da temporada de título, em 2015/16,  e na temporada seguinte, com  Craig Shakespeare. Agora o time atua em um 4-3-3, mas a diferença não é grande: Mahrez e Albrighton, meias pelos lados no antigo sistema, agora são pontas. Com isso, o técnico Puel reforça o meio-campo com três jogadores mais centralizados, que povoam o setor e reforçam a marcação.

Um dos melhores jogadores do time tem sido o zagueiro Harry Maguire, 24 anos, que tem dado muito mais segurança à defesa do time. Só que o time saiu atrás no placar com um gol de Joshua King, de pênalti, aos 36 minutos do primeiro tempo. O gol de empate veio quando a derrota parecia certa e quando certamente alguns torcedores já tinham deixado o King Power Stadium. Em uma cobrança de falta frontal, Mahrez bateu com muita curva, por fora da barreira, e marcou um belo gol, aos 51 minutos.


Os comentários estão desativados.