Um dos melhores jogadores do Napoli nos últimos anos chegou aa uma marca importante. O belga Dries Mertens, de 31 anos, marcou um dos gols na vitória sobre o Frosinone por 2 a 0, neste domingo. Com isso, chegou a 81 gols, mesma marca de Diego Maradona pelo clube. O ponta convertido em centroavante chegou a 16 gols na temporada, em 44 jogos, além de 12 assistências.

“Eu vejo um futuro brilhante para o Napoli”, afirmou o belga. “É maravilhoso igualar a marca de Maradona, mas o mais importante hoje era vencer o jogo”, disse o jogador depois da vitória diante do Frosinone ao canal DAZN. “Nós jogamos bem contra a Atalanta e perdemos muitas chances, mas é bom ter vencido”.

Torcedores do Napoli protestaram contra o time e principalmente contra a direção do clube, com o presidente Aurelio Di Laurentiis como principal alvo. O domingo amanheceu com uma faixa pendurada na principal praça de Nápoles, Piazza del Plebiscito, que citava até o técnico Carlo Ancelotti. “Carletto, o último escolhido para levar os torcedores a um passeio sem um projeto real”.

O protesto seguiu no estádio do Frosinone, quando José Callejón, depois do jogo, foi até os torcedores e atirou a sua camisa, um gesto bastante tradicional. Só que os torcedores, para mostrarem a insatisfação, devolveram a camisa do camisa 7 napolitano.

“Os torcedores nos pedem para suar a camisa e é isso que estamos fazendo. Eles têm que entender que eu posso ver um futuro brilhante para o Napoli. Eu ainda tenho um ano no meu contrato, eu estou feliz aqui e veremos o que o clube quer”, disse o atacante.

A vitória sobre o Frosinone deu ao Napoli a classificação à próxima edição da Champions League. Com 70 pontos, os Partenopei estão oito pontos acima da Inter, terceira colocada com 62 pontos. A Roma, em seguida, tem 58 pontos, em quarto. O quinto colocado, primeiro time fora da zona de classificação à Champions, é o Torino, com 56, pontuação igual ao do Milan, sexto. Como restam quatro rodadas e 12 pontos em disputa, não poderá mais ser alcançado.