Zlatan Ibrahimovic chegou à marca de 500 gols na carreira no sábado à noite de uma forma que chama muito a atenção. Primeiro, porque o resultado final foi de vitória do Toronto FC por 5 a 3, um placar incomum. A derrota do Galaxy, porém, não apagou o gol fantástico que o sueco marcou. Quando o jogo já estava 3 a 0 para o Toronto, Jonathan dos Santos fez um passe por cima da zaga e Ibra finalizou ao seu estilo: com um golpe na bola. Um golaço que fez até os torcedores do time da casa baterem palmas.

LEIA TAMBÉM: Quem são os maiores artilheiros de cada liga nacional na América do Sul? O Sudaca Brasil apresenta

A bola de Jonathan dos Santos foi boa, mas seria preciso dominar a bola e girar, arriscando, assim perdê-la em meio à marcação. O giro de Ibra, dando um chute na bola como se fosse um golpe de Taekwondo, surpreendeu os marcadores. O goleiro Alex Bono e um dos principais jogadores do Toronto, Michael Bradley, ficaram se olhando, sem saber como reagir. “Instinto”, disse Ibrahimovic, sorrindo, depois do jogo. “Essas coisas você não planeja, é impossível. Do modo como a bola veio eu tentei colocar no gol. Eu estou feliz pelos torcedores do Toronto, eles puderam ver algo que ainda não tinham visto antes”, disse ainda o sueco.

O goleiro Bono, apesar de ficar marcado por ter tomado esse gol, elogiou Ibra. “Você nunca quer que nenhum gol aconteça em você, mas foi uma finalização realmente única”, afirmou. “Eu nunca tomei um gol como esse antes. Ele finalizou muito bem”, disse ainda o goleiro. Jay Chapman, que marcou o gol que garantiu a vitória por 5 a 3 já nos acréscimos, também relatou sobre o ambiente no BMO Field. “Foi a primeira vez que ouvi nossos torcedores aplaudirem quando outro time marcou um gol. Eu não gostei que ele fez o gol, mas se ele tem que marcar, foi uma forma legal de fazer isso”.

Ibra comentou também sobre os aplausos dos torcedores. “Foi legal. Onde quer que eu jogue pela MLS, os torcedores de fora são como os torcedores de casa. Eu os vejo empolgados quando me veem jogar”, disse o sueco. “E se eu erro, eles fingem vaiar, mas eles não fazem isso, na verdade. Eles fazem porque querem mostrar que são fiéis ao seu time. Lá no fundo, eu sei que eles torcem por mim”.

“Não foi a primeira vez”, disse ainda Ibra. “Eu marquei um gol pelo Ajax mais  ou menos do mesmo jeito. Este foi mais bonito. Se eu quero ser positivo, eu fico feliz pelos torcedores, que puderam ver isso, viram oito gols”, continuou. “Este foi legal. Mas eu não quero ser muito positivo porque eu perdi o jogo e eu odeio perder. Eu não olhei ainda no vídeo, mas eu recebi um monte de mensagens dizendo: ‘Eu estou totalmente louco!’. Isso significa que eu fiz algo louco”.

Os 500 gols de Ibrahimovic na carreira são divididos assim:

Malmo FF (1999-2001): 18 gols
Ajax (2001-2004): 48 gols
Juventus (2004-2006): 26 gols
Internazionale (2006-2009): 66 gols
Barcelona (2009-2010): 22 gols
Milan (2010-2012): 56 gols
Paris Saint-Germain (2012-2016): 156 gols
Manchester United (2016-2018): 29 gols
LA Galaxy (2018-presente): 17 gols
Suécia (2001-2016): 62 gols

Veja todos os gols de Ibrahimovic na MLS: