O Getafe faz uma campanha decente no Campeonato Espanhol. Ocupa a sétima colocação e almeja uma vaga na Liga Europa. Já neste domingo, os Azulones tinham um compromisso importante, recebendo o Barcelona no Coliseum Alfonso Pérez. E os torcedores capricharam na referência durante a entrada dos times em campo. Em um dos setores do estádio, um enorme bandeirão cobriu a torcida. Os anfitriões prestavam seu tributo a Dom Quixote, clássico de Miguel de Cervantes e da literatura espanhola. No desenho, o próprio Getafe se representava como o cavaleiro. Partia para cima de seus moinhos de vento: gigantes com as camisas de Barcelona, Real Madrid e Atlético de Madrid. Logo abaixo, a frase que reconhece a pequenez do clube: “Seguiremos cavalgando entre gigantes”.

Desta vez, o Dom Quixote azul não conseguiu derrubar o seu moinho de vento. O Barcelona venceu por 2 a 1, muito embora os Azulones merecessem melhor sorte. O clube foi costumeira pedra no sapato dos grandes em seus primeiros anos na Liga, em meados da década passada. Como principais feitos estão a vitória por 1 a 0 no Bernabéu, em fevereiro de 2008, e os 4 a 0 sobre o Barcelona em maio de 2007, que eliminou os catalães na semifinal da Copa do Rei, após a derrota por 5 a 2 no Camp Nou.