O Gent participa da fase principal da Liga dos Campeões pela primeira vez. Campeão belga inédito na última temporada, o clube só havia disputado as preliminares em uma oportunidade, eliminado logo de cara pelo Dynamo Kiev. E quem pensava que os novatos seriam um saco de pancadas na competição continental, está vendo o clube honrar a oportunidade em uma chave de adversários bem mais tarimbados. A uma rodada do fim, o Gent depende só de si para avançar às oitavas de final, e já tem a certeza de que vai pelo menos para os mata-matas da Liga Europa, com o terceiro lugar assegurado.

Os belgas já tinham surpreendido o Valencia na rodada anterior, vencendo por 1 a 0 na Bélgica. Agora, a equipe desbancou o Lyon em pleno Estádio Gerland, e com muita emoção: de virada, por 2 a 1, com o gol decisivo no quinto minuto dos acréscimos. Ferri abriu o placar para os franceses logo aos sete minutos, mas Milicevic recolocou os visitantes na partida na primeira etapa, com uma cobrança de falta fabulosa. Já no lance final, Coulibaly decretou a vitória dramática após cobrança de escanteio. Após o apito final, a comemoração dos jogadores até parecia de título.

Atualmente na segunda posição, com um ponto a mais que o Valencia, o Gent receberá na última rodada o Zenit (único clube ainda com 100% de aproveitamento na Champions), enquanto os espanhóis jogarão no Mestalla contra o eliminado Lyon. Não será tarefa tão simples. Mas os belgas terão uma grande oportunidade de fazer história. Até porque já deram dois grandes passos nas duas últimas partidas.