O Atlético Mineiro 2×0 Cruzeiro pela Copa do Brasil terminou com uma triste notícia nas arquibancadas. Luciano Palhares tinha apenas 34 anos e faleceu no Estádio Independência, vítima de uma parada cardiorrespiratória durante o clássico. Mesmo socorrido pela equipe médica no local e encaminhado a um hospital, o atleticano sofreu outra parada cardíaca dentro da ambulância e não resistiu. O Galo, ao menos, se prontificou para oferecer um pouco de conforto ao filhinho de Luciano, Rafael, de apenas cinco anos.

O velório de Luciano contou com a presença de alguns dirigentes do Atlético. Vice-presidente do clube, Lásaro Cândido aproveitou a ocasião para convidar Rafael a conhecer a Cidade do Galo. O menino, que estava no estádio com o pai e outros familiares quando a tragédia aconteceu, pôde se alegrar um pouco neste sábado. Tomou café com os jogadores, ganhou presentes e deu até uma “entrevista coletiva”. Já a melhor parte ficou para o momento em que bateu bola com Otero, seu atleta favorito.

“É uma dor insuportável. A gente queria que nada disso estivesse acontecendo. Que a gente tivesse vindo com meu irmão num momento, como todos. Mas isso foi muito especial, era o sonho do Rafa estar presente no treino. O Atlético deu todo o apoio e é muito bacana isso. Representa o alento que cada parte da nossa família e amigos tentam fazer. É um suporte para não deixá-lo sozinho, principalmente criança que não entende. Tem uma representatividade muito grande, não dá nem para descrever”, afirma Leonardo Palhares, tio de Rafael.

Já neste domingo, Rafael voltou ao Independência. O menino foi um dos mascotes do Atlético antes do empate por 2 a 2 com o Fortaleza. As crianças carregaram balões brancos durante a entrada em campo, enquanto um minuto de silêncio foi respeitado. Além disso, cerca de 50 amigos e familiares de Luciano Palhares estiveram presentes nas arquibancadas. É o tipo de atitude que diz muito sobre a grandeza de um clube.

A dica foi do leitor John Souza. Obrigado!

*****

Estamos também no YouTube! Confira nosso último vídeo e se inscreva no canal para fortalecer o jornalismo esportivo independente em mais um meio: