Algumas coisas são naturais, mas nem sempre percebemos imediatamente. Ryan Giggs e Javier Zanetti aposentaram-se no final da última temporada, não são mais jogadores e, portanto, perderam o principal privilégio da profissão: aparecer nos videogames de futebol. Eles ficaram tanto tempo nos seus respectivos clubes que as suas saídas encerram uma era também no mundo virtual. Pela primeira vez, os dois não estarão disponíveis para quem comprar o Fifa.

LEIA MAIS: Fifa 15 está tão real que a torcida do Barcelona canta pela independência catalã

Giggs foi jogador profissional do Manchester United desde 1990, e Zanetti chegou à Internazionale em 1995. O Fifa foi lançado em 1993, mas apenas a partir de 1995, no Fifa Soccer 96, que o jogo passou a poder usar os nomes verdadeiros dos jogadores.

O Twitter 8FactGames fez essa montagem bem legal, com o rosto virtual de Giggs ao longo dos anos. Dá para ter uma boa ideia também do quanto os gráficos evoluíram nessas últimas duas décadas:

A evolução de Giggs ao longo dos Fifas
A evolução de Giggs ao longo dos Fifas

Nenhum deles abandonou o local que serviu como casa por tantos anos. Zanetti é vice-presidente da Internazionale, e Giggs trabalha como assistente de Van Gaal no Manchester United. Mas o Fifa ainda vai precisar evoluir bastante para você poder interagir com um dirigente ou um auxiliar técnico.

Você também pode se interessar por:

>>>> FIFA 15 terá os 20 estádios da Premier League e tecnologia na linha do gol

>>>> Dempsey mandou um rap na festa de lançamento do Fifa 15 nos Estados Unidos