O Ajax era favoritíssimo a vencer o clássico contra o Feyenoord neste domingo, pelo Campeonato Holandês. Jogar na Johan Cruijff Arena servia de motivação aos Godenzonen, que ainda vêm em ótima fase na temporada. E a superioridade se provou de maneira bem mais fácil do que se pensava. Os visitantes ficaram com um a menos desde os cinco minutos do primeiro tempo e se tornaram presas fáceis aos Ajacieden. Ao final, a vitória por 3 a 0 foi até barata aos anfitriões, que seguem sua perseguição ao líder PSV.

O vilão do clássico é Jerry St. Juste. Conseguiu a proeza de receber o cartão vermelho em cinco minutos, por uma solada fortíssima. Decisão correta, referendada com a revisão através do VAR. O Feyenoord ajudaria um pouco mais o Ajax aos 22, com um frangaço do goleiro Justin Bijlow, que deixou a bola escapar por entre suas pernas e não se recuperou a tempo. Hakim Ziyech ampliou aos 41, num tiro cruzado que o goleirão também aceitou. Já na segunda etapa, David Neres fez ótima jogada pela esquerda e cruzou para Dusan Tadic fechar a conta.

O Ajax soma 25 pontos no Campeonato Holandês, cinco a menos que o PSV, ocupando a vice-liderança. Já o Feyenoord é o terceiro e vê suas perspectivas se reduzirem desde já, com apenas 20 pontos. Depois do desastre em Amsterdã, realmente fica difícil confiar.