A cada temporada, a Champions League deixa a sua coleção de histórias eternas. A competição de clubes mais importante da Europa é o caminho natural para consagrar craques e esquadrões. Ainda assim, a última edição do torneio foi especialmente pródiga. Os episódios memoráveis se tornaram bastante frequentes, desde a fase de grupos, até os incessantes mata-matas. Que a decisão tenha ficado devendo, as fases anteriores marcaram diferentes torcidas e maravilharam quem teve o prazer de assistir a tantos duelos excepcionais.

A Champions 2018/19, sem dúvidas, deixa um gostinho de quero mais rumo a 2019/20. Por isso mesmo, aproveitamos o reinício da competição nesta terça-feira para resgatar algumas das grandes histórias que pudemos contar aqui na Trivela. Confira:

– O retorno do Estrela Vermelha após 26 anos

– E a volta também do Young Boys, fora do torneio por 32 anos

– As partidas repletas de gols no Grupo F

– A defesa de Alisson contra o Napoli, que se provou decisiva ao Liverpool

– O poder de Lucas Moura já na fase de grupos

– Os jogos entre Ajax x Bayern, que serviram de prenúncio

– A história que se cumpriu no Real Madrid 1×4 Ajax

– O destrutivo Atlético de Madrid na ida contra a Juventus

– E o poder de Cristiano Ronaldo para destruir o Atleti na volta

– O Liverpool que pensou grande contra o Bayern

 

– A imposição do Tottenham contra o Dortmund

– O sonho do PSG em Old Trafford

– E a lenda de Solskjaer no Parc des Princes

– O batismo de fogo do Tottenham em seu novo estádio, contra o City

– E a alucinação que foi a classificação dos Spurs em Manchester

– A Juventus ameaçou derrubar o Ajax em Amsterdã

– Mas o Ajax foi destemido para se agigantar em Turim

– A grandeza de Messi contra o Manchester United

– A imposição do Liverpool no encontro com o Porto

– O Liverpool parecia depender de um milagre ao visitar o Camp Nou

– Então, Anfield concretizou o impossível

– Wijnaldum estava inspiradíssimo naquela noite

– E Origi se transformou em uma estrela da sorte

– Ambos com a benção mística da Kop

– O Ajax deu um passo à frente em Londres

– Até que o Tottenham achou o gol que sempre procurou em sua história

– A história se cumpriu muito graças ao predestinado Lucas

– Assim como pelo trabalho excepcional de Pochettino

– Só não apagou também o reencontro do Ajax com seu passado

– A final rendeu uma enorme expectativa (e muitas histórias prévias)

– Porém, não garantiu um bom jogo, o que não diminuiu a euforia do Liverpool

– Alisson se agigantou no gol

– Salah se reergueu

– Klopp transformou heavy metal em rock progressivo

– O Tottenham se resignou com as lágrimas

– E a torcida do Liverpool, que já havia invadido Madri

– Protagonizou uma erupção nas ruas de Liverpool

– Com um exemplo especial da importância daquele feito