O retorno de Arjen Robben aos gramados durou menos de meia hora. Neste domingo, o craque de 36 anos realizou seu primeiro jogo do seu retorno ao Groningen, contra o PSV, mas precisou ser substituído pouco antes dos 30 minutos após sentir dores. Não há mais detalhes, por enquanto, da gravidade do problema.

Robben despediu-se dos gramados em julho de 2019. O fim de uma carreira das mais consagradas do futebol mundial. Depois de alguns meses parados, sentiu o comichão pelo futebol competitivo voltar e decidiu tentar defender o Groningen, também para ajudar o clube que o revelou a resistir aos efeitos da pandemia.

A Eredivisie 2019/20 foi encerrada, sem campeão ou rebaixados, no último mês de março, com o Groningen na nona posição. Robben passou dois anos no clube antes de se transferir para o PSV, em 2002, e quis o destino que seu primeiro jogo oficial neste retorno fosse justamente contra o time de Eindhoven.

Quando fez o anúncio, no final de junho, Robben condicionou o retorno a conseguir se preparar fisicamente. “Será um difícil desafio físico, mas vou tentar. Vou trabalhar duro e, quando tudo parecer que está bem, eu me juntarei ao time”, disse.

Disputou amistosos, fez até gol e foi titular neste domingo para a estreia da temporada. Havia dado alguns passes, ajudado a abrir algumas jogadas, sempre pela direita, quando, por volta dos 28 minutos, dividiu uma bola. Mas de leve, um ombro a ombro bem normal que nem o derrubou. A posse voltou a ele, que tentou um passe em profundidade e, logo em seguida, caiu no chão com dores.

Quando levantou, pediu substituição e a decepção foi visível. Saiu de campo tirando as camisetas que utilizava e atirando-as no chão. Foi direto aos vestiários, sem falar com ninguém. E, depois, também foi para casa sem nenhuma conversa, nem mesmo com o treinador Danny Buijs.

.

.

“Eu não falei com ele. Ele foi para casa decepcionado”, disse Buijs, à Fox Sports. “Normal que seja assim. Aquele garoto trabalhou tanto para isto e abriu mão de tanto para isto”. O treinador disse que ele reclamou de dores na virilha, mas não sabe o quão sério é o problema, nem se ele coloca em risco o retorno de Robben. “Ficará claro amanhã (segunda-feira) ou na terça-feira”, acrescentou.

O último jogo oficial de Robben havia sido em maio de 2019, a final da Copa da Alemanha contra o RB Leipzig. Ficou apenas 17 minutos em campo, ao fim de uma temporada em que se limitou a 19 partidas por causa de lesões, um problema recorrente em sua longa carreira. R0bben não completa 90 minutos desde outubro de 2018 – 2 x 0 contra o AEK Atenas.

Depois da lesão de Robben, Cody Gakpo abriu o placar para o PSV. Tomas Suslov chegou a empatar, mas Donyell Malen restaurou a vantagem. Ele ainda perdeu um pênalti antes de Gakpo fechar a vitória por 3 a 1 dos visitantes.

.