Há exatos sete anos, o futebol perdia um de seus maiores gênios. Por tudo o que fez na Hungria e na Espanha, Ferenc Puskás pode ser facilmente incluído em qualquer lista dos dez maiores jogadores da história. Ainda assim, o Major Galopante não era um exemplo unânime como atleta. Após passar toda a carreira lutando contra o peso, em seus últimos dias no Real Madrid o craque já possuía uma barriga bastante saliente. O que não dava para fazer era menosprezar, apenas pela forma física, o talento daquele que é um dos maiores especialistas que já existiram na arte de balançar as redes.

Talvez o episódio mais emblemático de Puskás tenha acontecido quando ele já pendurara as chuteiras. Ao lado de George Best, Denis Law e Bobby Charlton, o húngaro foi convidado para dar aulas em uma academia de jovens jogadores na Austrália. E era motivo de chacota entre os garotos, pela enorme pança. A resposta da lenda? Quem conta é Best, em depoimento dado há alguns anos:

“Os adolescentes que treinavam não respeitavam Puskás. Zombavam de seu peso e de sua idade. Foi quando decidimos fazer um desafio. Os meninos escolheriam o técnico que acertaria a bola no travessão dez vezes seguidas. E, obviamente, eles apontaram para aquele velho gordo, que seria incapaz de cumprir a meta. A maioria disse que ele conseguiria menos de cinco. Eu, por minha vez, reiterei que seriam dez”, narra o norte-irlandês.

“O treinador velho e gordo reforçou o que eu tinha dito. Carimbou o travessão nas nove primeiras tentativas. Na décima, ele levantou a bola, fez embaixadinhas com os ombros e a cabeça. Na sequência, ajeitou de calcanhar e emendou um voleio, fazendo o travessão tremer. Todos ficaram em silêncio. Até que uma criança ousou perguntar quem era ele. Eu respondi: ‘Para vocês, o nome dele é Senhor Puskás’”.

O talento com a perna esquerda, o faro de gol e a classe enorme também podem ser vistos nestas imagens de Puskás recuperadas pela Sky Sports. Não são tão incríveis como a cena que aqueles pequenos australianos assistiram, mas já servem para se deleitar: