Quase três semanas depois, enfim, Deportivo de La Coruña e Fuenlabrada se enfrentaram pela última rodada da segunda divisão do Campeonato Espanhol. A partida aconteceu depois de diversos imbróglios envolvendo o caso, já que o duelo havia sido inicialmente adiado por causa dos casos positivos de COVID-19 no clube madrileno. No fim das contas, as duas equipes entraram em campo depenadas no Riazor, entre um Depor que saiu das férias e um Fuenla que só tinha sete jogadores profissionais em sua escalação. E o vencedor dessa história toda foi o Elche, que vai aos playoffs de acesso após a virada do Deportivo por 2 a 1, arrancada já nos acréscimos do segundo tempo.

Rebaixado, o Deportivo estava incomodado em disputar a partida. A vitória não garantiria a salvação e o clube se vê mais interessado em brigar por sua permanência na justiça, alegando que o adiamento do jogo o prejudicou. O Fuenlabrada, por sua vez, queria jogar. Mas sem negar também os muitos problemas, em uma delegação que teve 30 casos de coronavírus e que passou duas semanas trancada no hotel em quarentena. Igualmente o clube madrileno se queixa da gestão da crise, assim como seus jogadores ameaçam processo por não saberem do contagio desde o início. De qualquer forma, entrar em campo era o meio de tentar buscar uma vaga nos playoffs.

Um empate no Riazor bastaria ao Fuenlabrada em sua empreitada pelo acesso. E a partida pareceu mais um treino, entre o Deportivo de volta do descanso e o Fuenla recheado de jogadores da base. Os madrilenos ainda assim se aproveitaram, com Pathé Ciss abrindo o placar logo aos 11 minutos. Só um dos times em campo tinha objetivos e os galegos temiam até mesmo o risco de lesões. Além do mais, os erros abundavam.

Durante o segundo tempo, entretanto, o Deportivo resolveu aprontar. Saiu mais ao ataque e começou a incomodar um Fuenlabrada que defendia o resultado. Os visitantes podiam até tomar um gol, afinal, que a vaga nos playoffs seguiria com eles. Essa gordura foi queimada aos 40 minutos, quando Ager Aketxe cruzou e Claudio Beauvue aproveitou a saída errada do goleiro Álvaro Ruvira, para empatar o jogo. Os blanquiazules se animaram e, nos acréscimos, ganharam um pênalti num toque de mão bobo de José Fran. O próprio Beauvue cobrou, virou o placar e encerrou os sonhos de um esfacelado Fuenlabrada rumo aos playoffs.

É bem possível que essa história não termine por aqui, com os desdobramentos nos tribunais. Mas, pelo menos, os playoffs poderão seguir em frente nos próximos dias. O Elche enfrentará o Zaragoza, enquanto o Almería está no caminho do Girona. As partidas acontecem ao longo de quinta e domingo, com as decisões do acesso marcadas para a semana seguinte. E o campeão nem terá muito tempo para descansar após a promoção, com o retorno da La Liga marcado para o próximo dia 12 de setembro.