O cutucão de Jota no Fifa 21: “Acharam que eu ia ficar nos Wolves e nem se deram ao trabalho de melhorar minha carta”

Viciado em Fifa, o português indicou que EA impulsiona estatísticas de jogadores de clubes maiores e que foi pega de surpresa com sua transferência para o Liverpool

Mais do que um atacante de topo e em grande fase em um dos principais clubes do mundo, Diogo Jota é também um ávido jogador de Fifa e, mais de um mês depois do lançamento da última edição do game, Fifa 21, ainda não se conformou com a pontuação que recebeu no jogo da EA Sports.

[foo_related_posts]

Em entrevista à emissora portuguesa TVI, o atacante dos Reds queixou-se do fato de que a EA Sports manteve sua pontuação no Fifa 21 inalterada em relação à versão anterior, fazendo até referência à teoria (bastante fundada, convenhamos) de que a empresa dá uma impulsionada nas estatísticas dos jogadores virtuais quando eles vão para clubes maiores.

“Eles foram pegos de surpresa com a minha mudança para o Liverpool, achavam que eu ia ficar no Wolverhampton e nem se deram ao trabalho de fazer um upgrade nos atributos da minha carta”, reclamou.

Jota argumenta que seu desempenho com os Wolves na temporada passada deveria lhe render uma melhoria no game, especialmente levando em conta seus seis gols em oito jogos na Liga Europa 2019/20.

“Apesar de eu ter sido um dos melhores goleadores da Liga Europa, infelizmente, eles não se deram ao trabalho de alterar a minha carta.”

O português chegou voando ao Liverpool, com sete gols marcados em 11 jogos na temporada até agora e definitivamente merecia uma pontuação maior que os 80 atuais. Enquanto isso não acontece, o atacante cobra publicamente que a EA lhe dê a carta especial que todos os jogadores profissionais recebem em suas contas no game: “Agora só espero receber a minha carta 99, que eles atribuem a todos os jogadores profissionais”.

A cada ano, a EA Sports conta com atletas do mundo todo reagindo a suas pontuações em Fifa como forma de promover o jogo. No caso de Jota, no entanto, a reação é das mais sinceras. O português é viciado no game e, em Fifa 20, se destacou na comunidade ao terminar uma Weekend League (competição online semanal) com retrospecto de 30 vitórias e 0 derrotas em 30 jogos, nível alcançado normalmente apenas por jogadores profissionais de Fifa.