O começo de trabalho de Frank Lampard à frente do Chelsea foi naturalmente inconstante e tinha uma característica desconfortável: resultados ruins em Stamford Bridge. Os primeiros quatro jogos em casa do ídolo dos Blues terminaram em dois empates e duas derrotas. Mas, ficando pouco a pouco mais equilibrado, o time jovem de Lampard conseguiu, neste sábado, emendar a terceira vitória consecutiva como mandante ao bater o Newcastle, por 1 a 0.

O Newcastle, como era previsto, subiu ao gramado para defender e especular qualquer coisa no contra-ataque e até teve algumas escapadas com Allan Saint-Maximin, mas não acertou nenhum chute ao gol de Kepa e passou 71% da partida correndo atrás do Chelsea.

No primeiro tempo, Callum Hudson-Odoi cruzou para Willian cabecear com perigo e Mason Mount encheu o pé da marca do pênalti para boa defesa de Dubravka, que faria seis intervenções ao longo da partida. No começo da etapa final, Tammy Abraham acertou o travessão com uma cabeçada, em escanteio.

Hudson-Odoi era o jogador mais criativo do Chelsea. Ele fez a jogada individual pela esquerda, mas o chute foi bloqueado. O rebote ficou com Pulisic, que, desequilibrado, não conseguiu finalizar direito e parou em Dubravka. Aos 28 minutos do segundo tempo, o americano achou Odoi dentro da área e o jovem inglês rolou, em sua quarta assistência nos últimos quatro jogos, para Marcos Alonso encher a perna em um chute cruzado.

Esta foi a quinta vitória seguida do Chelsea por todas as competições e a quarta em cinco rodadas da Premier League. Está em quarto lugar, à espera do Arsenal, que enfrenta o Sheffield United, na próxima segunda-feira.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.