Neste sábado, o Cardiff City disputou o seu primeiro jogo em casa desde o desaparecimento da aeronave que transportava Emiliano Sala. E como não poderia deixar de ser, os Blue Birds prestaram o seu amplo tributo ao centroavante. Se os torcedores galeses já tinham feito homenagens anteriores ao argentino, desta vez a comoção tomou a atmosfera do Estádio Cardiff City. Além do minuto de silêncio, uma série de alusões ao artilheiro tomaram as arquibancadas. O gesto mais bonito ficou a Bobby Reid, herói na vitória por 2 a 0 sobre o Bournemouth. O camisa 14 dedicou sua comemoração ao companheiro.

VEJA TAMBÉM: Destroços de avião Emiliano Sala são encontrados no Canal da Mancha

Na rodada anterior da Premier League, contra o Arsenal, o Cardiff City havia manifestado o seu pesar. A entrada em campo teve tulipas amarelas, flores que acabaram se tornando símbolo no desastre envolvendo o antigo ídolo do Nantes. E nas tribunas, os visitantes exibiram uma faixa especial, em que diziam: “Nós nunca te vimos jogar e nunca te vimos marcar gols. Mas Emiliano, nosso belo pássaro azul, te amaremos para sempre”. A mensagem foi levada também à França, no emotivo jogo que marcou o retorno do Nantes ao Estádio de la Beaujoire. Já neste sábado, a comoção ficaria ao Estádio Cardiff City – que, ao longo das últimas semanas, teve os seus arredores transformados em um grande memorial, com objetos oferecidos ao argentino.

Em Gales, a imagem de Sala estampava camisetas usadas pelos jogadores durante o aquecimento. Na entrada em campo, novamente os capitães carregaram tulipas ao centro do gramado. Já durante o minuto de silêncio, enquanto os atletas se abraçavam no círculo central, um mosaico com a bandeira da Argentina e o nome do centroavante surgiu nas arquibancadas. A quietude se rompeu apenas com os fortes aplausos ao futebolista. Dirigentes, membros da comissão técnica e até mesmo jogadores do Cardiff carregavam flores amarelas no peito.

Quando a bola rolou, Bobby Reid teve uma atuação decisiva. Abriu o placar aos cinco minutos, cobrando pênalti, e fechou a vitória no início do segundo tempo. Durante a comemoração do primeiro tento, o inglês buscou a camisa com a fotografia de Sala e a ergueu para o público aplaudir. O triunfo contribui bastante ao Cardiff, agora a dois pontos de sair da zona de rebaixamento na Premier League. Após o apito final, até mesmo o técnico Neil Warnock – famoso por seu estilo durão – se entregou às emoções. Saiu com os olhos repletos de lágrimas, ao agradecer o apoio dado pela torcida azul.

“Não sei explicar quão difíceis foram os últimos 12 dias. Conhecendo Emiliano, como eu pude conhecer, sabia que ele realmente estaria conosco hoje. Eu estava bem até chegar ao outro lado das arquibancadas depois do jogo, mas o barulho foi crescendo e crescendo. Nunca vi ou ouvi algo assim. Eu adoro erguer meu punho à torcida, então me lembrarei desse dia pelo resto da minha vida. Mostramos a todos nosso apoio a Emiliano e acho que também o deixamos orgulhoso”, declarou Warnock, após a partida. Não apenas ele, certamente.