A vida de Jamie Vardy parece até mesmo o roteiro de um filme. O garoto dispensado das categorias do Sheffield Wednesday rodou por clubes amadores, enquanto conciliava o sonho com os trabalhos em uma fábrica. No meio do caminho, passou seis meses cumprindo prisão domiciliar, condenado por agressão após entrar em briga de bar para defender um amigo deficiente auditivo. E, nos últimos anos, o inglês protagonizou uma ascensão inacreditável. Foi da oitava divisão à Premier League em apenas cinco temporadas. Tornou-se líder, artilheiro e recordista do principal campeonato nacional do mundo.

VEJA TAMBÉM: Da prisão domiciliar ao topo da Premier League: os percalços que forjaram o recordista Vardy

Pois a epopeia de Vardy pode mesmo emplacar nos cinemas em breve. Sua biografia deve servir de roteiro a um filme de Hollywood. A ideia é encabeçada por Adrian Butchart, conhecido por escrever a trilogia “Goal! O Sonho Impossível”, que eternizou o craque fictício Santiago Muñez há uma década. Convenhamos, a trajetória de Vardy não deve muito ao que aconteceu com o mexicano, que se tornou ídolo do Newcastle e brilhou no Real Madrid.

Em entrevista ao jornal The Sun, Butchart comentou sobre os seus planos: “Esse é o tipo de história que, se a gente criasse, as pessoas não acreditariam. Seus feitos são incríveis e quebrar o recorde com um gol tão sublime contra o maior clube inglês o empurrou para o topo de nossas prioridades. É fantástico pensar que ele estava jogando futebol na non-league e trabalhando em uma fábrica até tão pouco tempo, antes de quebrar o recorde de Van Nistelrooy. É o papel que todo ator sonha”.

VEJA TAMBÉM: Dez anos de um clássico do cinema boleiro: Goal! e seu craque Santiago Muñez

Butchart, inclusive, já teria os seus preferidos para encenar Vardy em Hollywood. O autor citou os nomes de Robert Pattinson (o protagonista da Saga Crepúsculo), Andrew Garfield (o Peter Parker de O Espetacular Homem-Aranha) e Zac Efron (de High School Musical). Vale lembrar que, na trilogia Goal!, a produção de Butchart chegou a contar com a participação de vários craques da época – incluindo Zidane, Ronaldo, Raúl, Roberto Carlos, Shearer, Gerrard, Lampard, Gerrard, Kluivert e Henry. Seria interessante ver pelo menos Ruud van Nistelrooy fazendo uma ponta no longa.

Resta saber qual será a resposta de Vardy para a proposta. E se o filme também mostrará o lado controverso do artilheiro. De qualquer maneira, a trajetória já garante o roteiro digno para um grande filme.