O Athletic Bilbao faz um início de temporada para empolgar sua torcida. O empate fora de casa contra o Getafe na rodada anterior pode ter esfriado um pouco os ânimos, mas as apresentações dentro de San Mamés são daquelas que ficam na memória. Começou com a vitória inaugural contra o Barcelona, cortesia do fabuloso voleio de Aritz Aduriz no apagar das luzes. Já nesta sexta-feira, os Leones conquistaram outro resultadaço, para acumular seu segundo triunfo no Campeonato Espanhol. Os alvirrubros receberam a Real Sociedad e se impuseram no dérbi basco, com uma atuação feroz. Desta vez, o veterano a se destacar foi Raúl García, autor de um golaço por cobertura que concluiu a vitória por 2 a 0.

Durante os primeiros minutos, o Athletic repetiu a postura já vista contra o Barça e atuou de maneira agressiva, marcando alto. Anotou o primeiro gol logo aos 11 minutos. Ander Capa tabelou com Iker Muniaín e fez grande jogada pela direita. Cruzou para Iñaki Williams, que superou o goleiro Moyá. A Real Sociedad até criou esperanças de empatar aos 20 minutos, com a marcação de um pênalti, que acabou corretamente corrigido pelo VAR como falta na lateral da área. E, mais aliviados, os Leones aumentaram a contagem aos 28. Foi um golaço de Raúl García, que percebeu Moyá adiantado e, de fora da área, chutou com enorme categoria para encobrir o goleiro. O camisa 13 ainda tocou na bola, mas não evitou a pintura.

Muito intenso, o Athletic provocou uma blitz pouco antes do intervalo, que quase rendeu o terceiro gol. Era uma atuação empolgante pelo ritmo que o time imprimia, o que carregava a torcida junto consigo. A Real Sociedad, que não havia arrematado a gol, até chegou a descontar aos 20 minutos. Logo após sair do banco, Alexander Isak aproveitou uma sobra de bola na pequena área e mandou para dentro. O centroavante, entretanto, estava impedido. Era uma marcação relativamente simples ao VAR, mas a demora na resposta da tecnologia mais lembrou o Brasileirão. Ao menos, os apitadores espanhóis acertaram.

E o tento seria apenas um breve respiro à Real Sociedad. Os txuri-urdin tinham mais posse de bola, mas apresentavam muitos problemas para levar perigo à meta do Athletic Bilbao. Do outro lado, os contragolpes mantinham os alvirrubros mais próximos do terceiro. Moyá salvou. Um momento bacana aconteceu já no fim, aos 40, quando Iñaki Williams foi substituído. A torcida em San Mamés ovacionou a grande atuação do atacante, mas explodiu mesmo quando Aritz Aduriz pisou no gramado. O ídolo faz sua última temporada pelo clube. Desta vez, não surgiriam chances para o veterano deixar sua marca. Quem mereceu o reconhecimento no final foi o goleiro Unai Simón, que fez duas boas defesas e manteve o placar inalterado aos Leones.

Depois de uma temporada morna em 2018/19, o Athletic Bilbao começa o Campeonato Espanhol em chamas. Bateu um dos favoritos ao título e sobrou no dérbi, somando importantes sete pontos. Sonhar com a taça parece impossível, diante de toda a força dos favoritos, mas uma boa campanha pode recolocar os Leones no caminho da Champions League. É um objetivo palpável, especialmente porque a Real Sociedad tende a ser uma das concorrentes neste segundo pelotão. Os txuri-urdin ocupam agora o nono lugar, com quatro pontos.