Com altos e baixos, Unai Emery vem consolidando uma ótima primeira temporada à frente do Arsenal e, nesta segunda-feira, venceu mais uma partida em casa para chegar ao terceiro lugar da Premier League, abaixo apenas dos dois candidatos ao título. Gols de Aaron Ramsey e Alexandre Lacazette garantiram o placar de 2 a 0 a favor dos Gunners contra o Newcastle.

Esta foi a 14ª vitória do Arsenal no Emirates pela Premier League em 17 rodadas. Os únicos tropeços foram a derrota para o Manchester City, na estreia da liga inglesa, e empates contra Liverpool e Wolverhampton. Os londrinos chegaram a 44 pontos como mandantes, igualando a campanha em casa do Liverpool e apenas um atrás do Manchester City – ambos com apenas 16 partidas disputadas em seus domínios.

O Arsenal ainda recebe Crystal Palace e Brighton, com boas possibilidades de chegar a 50 pontos em casa, o que seria a melhor campanha como mandante do clube na história da Premier League, superando a marca de 49 pontos dos Invictos, em 2003/04. Na pior das hipóteses, já é o terceiro maior número de pontos no Emirates das últimas nove temporadas.

O Newcastle apresenta uma dificuldade particular aos grandes. Embora não consiga grandes resultados, Rafa Benítez tem a estratégia clara de travar a partida o máximo possível, tentando manter um empate por 0 a 0 ou derrota pelo placar mínimo até os minutos finais, quando especula no ataque para tentar somar um pontinho. Bernd Leno foi um mero espectador de um time paciente que tentava furar a defesa adversária.

Ramsey chegou a colocar a bola na casinha, aos 12 minutos, mas o árbitro Anthony Taylor anulou o lance, aparentemente por falta de Sokratis em Florian Lejeune. A segunda tentativa do galês valeu. Guendouzi começou a jogada pelo meio, e Ramsey tocou de primeira para Lacazette. O francês perdeu o domínio dentro da área, mas o meia que defenderá a Juventus na próxima temporada pegou o rebote de perna esquerda e abriu o placar.

Dava para o Arsenal ter ido ao intervalo ganhando por 2 a 0. Uma rápida transição pela esquerda achou Özil dentro da grande área. O alemão dominou, mandou para Kolasinac que deixou Lacazette livre, na região da marca do pênalti. O francês dominou, girou e bateu no canto alto esquerdo do goleiro Dúbravka. Em cima da linha, o segundo goleiro do Newcastle, Matt Richie, conseguiu fazer o corte.

O ritmo baixou no segundo tempo, mas uma bonita trama entre Aubameyang e Lacazette, que juntos representam 30 dos 65 gols que o Arsenal anotou na Premier League, garantiu os três pontos. Guendouzi novamente começou o lance. Lacazette mandou para o alto de primeira, Aubameyang escorou de cabeça em direção à área, e o francês deixou a marcação comendo poeira antes de tocar por cima de Dúbravka.

O Arsenal adiantou-se na briga ferrenha por duas vagas na Champions League entre quatro times. Superou o rival Tottenham, que passou praticamente a temporada inteira à frente. Os 63 pontos somados pelos Gunners já igualam a marca da campanha anterior, e ainda faltam sete partidas. O time de Emery ainda não está pronto, com falhas principalmente na defesa, mas passa bons sinais de que pode voltar a disputar a principal competição europeia na próxima temporada, usando o Emirates como um poderoso alçapão.

As campanhas do Arsenal em casa pela Premier League:

2018/19 (com dois jogos a disputar): 44 pontos
2017/18: 47 pontos
2016/17: 45 pontos
2015/16: 40 pontos
2014/15: 41 pontos
2013/14: 44 pontos
2012/13: 38 pontos
2011/12: 40 pontos
2010/11: 37 pontos
2009/10: 47 pontos
2008/09: 38 pontos
2007/08: 47 pontos
2006/07: 42 pontos
2005/06: 45 pontos
2004/05: 44 pontos
2003/04: 49 pontos
2002/03: 47 pontos
2001/02: 40 pontos
2000/01: 48 pontos
1999/00: 45 pontos
1998/99: 47 pontos
1997/98: 47 pontos
1996/97: 35 pontos
1995/96: 37 pontos
1994/95 (com 21 jogos em casa): 27 pontos
1993/94 (com 21 jogos em casa): 38 pontos
1992/93 (com 21 jogos em casa): 30 pontos