Se depender do espetáculo nas arquibancadas, o Al Hilal já pode se considerar o grande favorito ao título da Liga dos Campeões da Ásia de 2014. Avisados pelos amigos que fizemos em Riad, ficamos sabendo que os azuis repetiram o show das quartas de final: voltaram a lotar o Estádio King Fahd, com 57 mil torcedores, e montaram um belo mosaico para empurrar o time. Incentivo que vai dando certo. Na luta por sua terceira taça continental, o clube saudita bateu o Al Ain por 3 a 0 no jogo de ida das semifinais.

LEIA MAIS: O mundo árabe não tem torcida? Então olha só o mosaico do Al Hilal

Com dois gols de Nasser Al-Shamrani e outro de Thiago Neves, a torcida do Al Hilal teve bastante a comemorar nesta terça. Afinal, o placar deixa o time em situação confortável para visitar os emiratenses no dia 30 de setembro, sem precisarem se preocupar tanto com o poder de fogo do Al Ain – que tem o ataque estrelado por Asamoah Gyan e Miroslav Stoch. Se avançarem, os sauditas enfrentarão FC Seoul ou Western Sidney Wanderers, sonhando com o título que não vem desde 2000. Um prêmio e tanto para uma das maiores torcidas do Oriente  Médio, talvez a mais fanática da Arábia Saudita.