A temporada fantástica do Ajax terminará pelo menos com uma taça. Neste domingo, os Godenzonen botaram a faixa no peito com uma vitória categórica. Dentro do Estádio De Kuip, tradicional palco da final da Copa da Holanda, o time de Erik ten Hag goleou o Willem II por 4 a 0 e pôde soltar o grito de campeão. Mesmo pensando na Liga dos Campeões, com alguns jogadores poupados, os Ajacieden impuseram o seu favoritismo, sobretudo no segundo tempo. Melhor, exibindo o futebol atrativo que marca o atual ciclo.

Ten Hag sacou alguns jogadores importantes de sua rotação. Joel Veltman, Lasse Schöne e David Neres ganharam um descanso. Já a grande novidade era a entrada de Klaas-Jan Huntelaar no comando do ataque. O Willem II sabia o tamanho de sua oportunidade, em busca do título que não conquista desde 1963. A torcida levou um belíssimo bandeirão para a entrada em campo. E quando a bola rolou, o time se portou de maneira ofensiva, criando boas chances. Contudo, a intensidade não favoreceu os nanicos no placar. A partir dos 38 minutos, os Godenzonen mostraram sua eficiência para desenhar a goleada.

O primeiro gol saiu graças a um cruzamento de Dusan Tadic. O sérvio mandou a bola na área e Daley Blind desviou para as redes. Um minuto depois, Huntelaar ampliou, no tento mais bonito da tarde. A jogada começou ainda no campo de defesa, com uma troca de passes em progressão. Hakim Ziyech deu um pouco mais de brilho ao lance, com uma ótima arrancada pela direita. Passou ao centroavante, que deu um corte seco no zagueiro, antes de tocar na saída do goleiro. Show puro dos Ajacieden.

O Willem II até assustou na volta ao segundo tempo e realizou alterações ofensivas. No entanto, era mesmo dia de título ao Ajax. O terceiro foi seguro, aos 21. O time trocou passes com uma calma impressionante, até Nicolás Tagliafico cruzar para Donny van de Beek. O meia tirou do goleiro e Huntelaar completou às redes vazias. Por fim, o golpe de misericórdia veio aos 30, em chute cruzado de Rasmus Kristensen que morreu no ângulo. A festa Ajacieden estava completa, ainda que o time tenha buscado o quinto até o apito final.

Huntelaar foi o personagem da conquista. O veterano se tornou o terceiro jogador do Ajax a marcar em ao menos três finais de Copa da Holanda, igualando os feitos de Johan Cruyff e Piet Keizer. Não é pouco. Ergue a taça pela terceira vez, a primeira neste seu retorno a Amsterdã. Além disso, os Godenzonen chegam ao 20° título na competição. São os maiores campeões, com sete taças a mais que o rival Feyenoord. Os comandados de Erik ten Hag têm o seu primeiro prêmio, mas a comemoração não foi das mais explosivas. Eles sabem que podem mais, e o próximo passo acontece na próxima quarta-feira, contra o Tottenham. A chance de estabelecer realmente um feito inesquecível, dentro de uma trajetória que já é memorável.