Como se não bastasse a crise esportiva e as declarações desastrosas de Eric Abidal, o Barcelona se envolveu em mais um imbróglio nesta semana. A denúncia de que a presidência do clube contratou uma empresa para difamar opositores e os próprios jogadores nas redes sociais é grave, além de mostrar quão patética é a atual gestão. E se há um homem que verdadeiramente manda no Barça, ele se chama Lionel Messi. Alvo de Bartomeu e de Abidal, o camisa 10 deu sua resposta em campo. Anotou quatro gols e fez um primeiro tempo de gala no Camp Nou, encaminhando a vitória por 5 a 0 sobre o Eibar.

Antes que a bola rolasse, a torcida do Barcelona protestou no Camp Nou. Como tradicional na região, os blaugranas agitaram panos brancos contra o presidente Josep Maria Bartomeu. Vaiaram o dirigente e pediram sua demissão, diante do escândalo desta semana. E o atraso no início da partida, por conta de um problema na comunicação da arbitragem, permitiu que os descontentes erguessem sua voz contra o cartola.

Quando finalmente começou, o jogo trouxe dificuldades ao Barcelona. O Eibar incomodava os catalães com sua marcação alta no campo de ataque e poderia ter saído em vantagem no Camp Nou. Marc-André ter Stegen precisou fazer uma boa defesa logo aos três minutos e, na sequência, Sergi Enrich teve um gol anulado por impedimento. Os blaugranas demoraram a encaixar suas transições. De novo, Quique Setién apostou em Arturo Vidal no apoio a Lionel Messi e Antoine Griezmann.

O desafogo do Barcelona aconteceu aos 14 minutos. Foi quando Messi iniciou o seu show, para encerrar o jejum de quatro partidas sem marcar. O camisa 10 fez jus ao seu talento e anotou um golaço: após receber o passe de Ivan Rakitic na intermediária, o craque aplicou uma caneta no marcador, antes de acertar um chute com leveza para tirar do alcance do goleiro. Com a vantagem, o Barça se tranquilizou um pouco mais e pôde se acomodar no controle da posse. Vidal chegaria a forçar a primeira defesa de Marko Dmitrovic. Ainda assim, o Eibar atacava em velocidade e seguia assustando.

A vitória se encaminhou de verdade a partir dos 37 minutos, com o segundo gol de Messi. Foi mais um bonito tento do argentino. O artilheiro se combinou com Vidal pela esquerda, passou pelo meio da marcação tripla e chutou cruzado. O tiro certeiro morreu no cantinho das redes. E a bola até parecia só obedecer Messi. Aos 40, ele já completou a tripleta. O craque até poderia ter feito antes, mas não foi egoísta e passou a Griezmann. A marcação travou o francês e a bola sobrou limpa ao camisa 10, que guardou sem dificuldades. Antes do intervalo, Dmitrovic evitou o quarto, com duas ótimas defesas em sequência.

Na volta ao segundo tempo, o Barcelona ainda insistiu pelo quarto gol durante os primeiros minutos. Quando Dmitrovic não trabalhou, o árbitro anulou as jogadas por alguma irregularidade. O Eibar voltou a responder apenas aos 15, no momento em que os blaugranas começaram a tirar o pé. Ter Stegen colecionaria três boas defesas, enquanto Anaitz Arbilla teve mais um gol anulado, por jogo perigoso. Mas a energia dos bascos acabou por aí.

Levando a partida na maciota, o Barcelona começou a acionar seu banco de reservas. Gerard Piqué, mais um alvo do escândalo com Bartomeu, foi substituído sob muitos aplausos. Já aos 27, Martin Braithwaite estreou com a camisa blaugrana e desempenhou papel essencial para ampliar a goleada. Vidal e Samuel Umtiti tiveram gols anulados por impedimento, até que Messi fizesse o quarto aos 41. Braithwaite encarou a marcação pela esquerda e cruzou. A bola desviou, mas ainda ficou para o argentino limpar o goleiro e fuzilar. Por fim, num chute cruzado de Braithwaite que Dmitrovic pegou, Arthur fechou a contagem no rebote.

A vitória tem vários pesos ao Barcelona. Amplia a recuperação do time e também promove a união do conjunto, ante todas as turbulências. A torcida deixa claro seu apoio aos jogadores, não à diretoria. Além do mais, os blaugranas ganham confiança para a semana dificílima que atravessarão. Viajam à Itália para enfrentar o Napoli pela Champions League, antes da visita ao Santiago Bernabéu para o clássico do domingo. O momento é decisivo.

O Barcelona assume provisoriamente a liderança do Campeonato Espanhol, com 53 pontos, mas aguarda a visita do Real Madrid ao Levante no fim do sábado. São quatro vitórias consecutivas aos blaugranas na Liga. Já o Eibar ocupa atualmente o 16° lugar, sem vencer há quatro rodadas.

Classificações Sofascore Resultados