O Real Madrid emendou sua segunda vitória no Campeonato Espanhol, mas ainda deixando reticências por seu nível de rendimento. A história da partida poderia ser outra, não fossem as defesaças do goleiro Roberto Jiménez e as bolas na trave, mas os merengues também dependeram de Thibaut Courtois para evitar os riscos de um tropeço no Estádio Alfredo Di Stéfano. Ao final, quem prevaleceu foi Vinícius Júnior. O garoto estava no lugar certo para balançar as redes e assegurou a vitória por 1 a 0 sobre os violetas. Suficiente para garantir os três pontos aos madridistas, mas ainda não para convencer neste início de La Liga.

Zidane voltou a apostar em um ataque formado por Karim Benzema e Luka Jovic, com Isco na ligação, além da trinca de meio-campistas formada por Federico Valverde, Casemiro e Luka Modric. Já na defesa, uma novidade era a aparição de Marcelo na lateral esquerda, além de Álvaro Odriozola na direita. O brasileiro participaria da primeira chance clara da noite, em chute bloqueado que sobrou para Valverde. O uruguaio emendou de bate-pronto e exigiu o primeiro milagre de Roberto, desviando o tiro que vinha em seu contrapé. Os melhores lances dos merengues vinham quando conseguiam atacar em velocidade, e foi assim que Jovic também erraria o alvo numa boa oportunidade.

Não era uma partida em ritmo forte do Real Madrid e o Valladolid incomodava. Mesmo que a posse de bola fosse amplamente superior aos merengues, os violetas bloqueavam os espaços e eram diretos em suas ações. Depois que Jovic perdeu mais um bom lance, os visitantes até chegaram a arriscar com mais frequência contra a meta de Courtois, de média distância. Faltava um pouco mais de pontaria. Fabián Orellana era quem mais aparecia.

O segundo tempo quase se abriu de cara ao Real Madrid. Jovic cabeceou no cantinho e Roberto voou para espalmar, em outra defesa monumental. Na sobra, Casemiro carimbou o travessão. Mas a agressividade merengue também permitia ao Valladolid contragolpear. Courtois igualmente salvaria a pele dos anfitriões aos nove, rebatendo o chute de Shon Weissman que seguia ao canto. Foi a deixa para que Zidane mexesse em seu time, com as entradas de Dani Carvajal, Marco Asensio e Vinícius Júnior. A equipe ganhou energia a partir de então.

O gol da vitória saiu aos 20 minutos, num lance em que o Real Madrid apertava e tentava encontrar espaços na área do Valladolid. A zaga tentou afastar, mas a bola seguiu aos pés de Vinícius Júnior. De frente para o gol, o ponta dominou e não teve problemas para finalmente superar Roberto. Os violetas voltaram a ficar a um triz do empate, com Courtois garantindo o resultado. O goleiro espalmou uma bomba de Raúl Carnero quase sem ângulo e também rebateu um chute de Waldo Rubio de fora da área. Só depois os madridistas se tranquilizaram mais, afastando os seguidos cruzamentos e controlando mais as ações. Benzema viu Roberto se agigantar outra vez e Modric acertou a trave. Já nos acréscimos, Vinícius ficou de frente para o crime, mas entregou a bola nas mãos do goleiro.

O Real Madrid chega aos sete pontos no Campeonato Espanhol, no pelotão de frente ao lado de Valencia, Getafe e Villarreal. Mas, assim como ocorreu contra o Betis, os merengues deixaram a desejar pela demora para se impor – respeitada a noite inspirada de Roberto. Já o Valladolid aparece na zona de rebaixamento, com dois pontos em suas primeiras quatro partidas, ocupando a antepenúltima posição.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore