O Barcelona de Guayaquil encerrou sua participação nas preliminares da Libertadores 2020 como o melhor time desta fase da competição. Os equatorianos conquistaram cinco vitórias em seis partidas, com 15 gols marcados e apenas dois sofridos. Os Toreros apresentaram um futebol bastante ofensivo, liderado por Fidel Martínez. E, ainda que as circunstâncias tenham ajudado, o Barcelona destruiu o Cerro Porteño nesta quarta: goleou os paraguaios por 4 a 0, dentro da Olla Azulgrana. Martínez, artilheiro da Libertadores com oito tentos, anotou duas pinturas. Será um adversário para o Flamengo tomar cuidado na fase de grupos.

O Barcelona tinha encaminhado sua classificação desde o primeiro encontro, no Estádio Monumental, ao derrotar o Cerro Porteño por 1 a 0. No entanto, até pela força dos azulgranas em seus domínios e pela pressão da torcida, esperava-se outro cenário no reencontro dentro da Olla Azulgrana. Não foi o que aconteceu.

O Barcelona teve um problema grave logo aos 12 minutos, quando o goleiro Javier Burrai sofreu uma pancada na cabeça e precisou sair de ambulância do gramado. Apesar dos temores, o reserva Victor Mendoza entrou muito bem e realizou ótimas defesas, segurando o placar zerado até que os equatorianos abrissem o placar. Aos 34, Fidel Martínez deu a enfiada de bola na medida e Leandro Martínez finalizou na saída do goleiro Rodrigo Muñoz.

Já a goleada se alargou no segundo tempo, mesmo após minutos iniciais em que o Cerro não se cansou de perder gols. Aos 11, Fernando Amorebieta foi expulso e deixou os paraguaios mais expostos aos contra-ataques. Com um jogador a mais, o Barcelona maltratou o Ciclón graças à sua velocidade no campo ofensivo.

Fidel Martínez iniciou seu show particular com um golaço aos 21, no qual deu uma finta seca sobre o marcador e finalizou com leveza sobre Muñoz. Damián Díaz ampliou aos 28, após um recuo errado dos oponentes. Driblou o goleiro, antes de arrematar. Por fim, Fidel Martínez fechou a conta aos 37. Foi mais um lance sensacional do atacante: sem tanta distância do goleiro, deu um toque por cobertura lindíssimo. Gol de quem sabe.

O Barcelona entrará no Grupo A da Libertadores – o mesmo de Flamengo, Independiente del Valle e Junior de Barranquilla. Apesar do favoritismo aos rubro-negros, não será uma chave tão simples. Os Toreros encararam uma sequência difícil nas preliminares e, mesmo assim, passaram com autoridade por Progreso, Sporting Cristal e Cerro Porteño. Fidel Martínez, de volta ao Equador após sete anos atuando no exterior, recupera o prestígio que tinha no início da carreira e está voando baixo.