Abaixo, um breve resumo sobre os casos de covid-19 confirmados no futebol de elite durante as últimas horas. Diversas ligas europeias aumentam os seus registros, enquanto o Real Madrid se preocupa com as condições de Lorenzo Sanz, um de seus presidentes históricos. Confira:

Real Madrid: ex-presidente na UTI

Lorenzo Sanz é um dos dirigentes mais importantes do Real Madrid nas últimas décadas. Presidiu o clube entre 1995 e 2000, até perder as eleições para Florentino Pérez. Durante seu período no comando, Sanz dirigiu os merengues em duas conquistas da Champions, inclusive a que encerrou o jejum de 32 anos sem a taça continental. O empresário de 76 anos foi internado em estado grave e, no momento, permanece na unidade de tratamento intensivo. Segundo seu filho Fernando Sanz, ex-jogador do Real Madrid, Lorenzo passou os últimos oito dias medicado e com problemas respiratórios, até aceitar dar entrada no hospital.

Espanyol: seis casos confirmados

Depois do Valencia, que teve nove casos entre jogadores e comissão técnica, o Espanyol anunciou que seis membros de seu primeiro time testaram positivo para o coronavírus, incluindo atletas e também pessoal da equipe técnica. Todos apresentam sintomas leves e seguem as recomendações médicas. Os Pericos não divulgaram nomes.

Juventus: Blaise Matuidi

Após Daniele Rugani, a Juventus anunciou o seu segundo jogador infectado com o coronavírus. Blaise Matuidi passou por testes, que confirmaram a doença nesta terça. No momento, ele está isolado em sua casa e sem sintomas. Os demais membros do elenco bianconero já estavam em quarentena. O francês de 33 anos recentemente ampliou seu contrato até 2021. Na segunda, Matuidi havia gravado uma mensagem em suas redes sociais, declarando que “não sabia quão perigoso esse vírus era, até perceber a velocidade de contágio na Itália”.

Verona: Mattia Zaccagni

O Verona confirmou o primeiro caso positivo de coronavírus em seu elenco: o meio-campista Mattia Zaccagni, de 24 anos. O jogador está em auto-isolamento, enquanto o restante do plantel dos gialloblù foi colocado em quarentena. Zaccagni esteve em campo no último 8 de março e anotou o gol de seu time na derrota por 2 a 1 para a Sampdoria. Os blucerchiati tiveram seis confirmações até o momento.

Hertha Berlim: um caso confirmado

A Bundesliga anunciou o seu segundo jogador infectado com o coronavírus. A confirmação veio do Hertha Berlim, que optou por não divulgar o nome. Segundo o médico dos berlinenses, um atleta reclamou dos sintomas usuais e testou positivo. Os demais futebolistas e membros da comissão técnica estão em quarentena. A revista Kicker aponta que Maximilian Mittelstädt é o jogador, embora a informação não seja oficial.