Stan Lee teve o gosto de saborear algumas dádivas ao longo da vida. A possibilidade de viver 95 anos, por si, já é uma delas. O americano seguia na ativa e participando de suas criações, até que um mal súbito nesta segunda-feira tenha culminado na triste notícia sobre o seu falecimento. A memória do gênio dos quadrinhos, ainda assim, perdurará por séculos. Continuará viva enquanto os seus heróis alimentarem a imaginação de pessoas das mais diferentes idades ao redor do mundo. E, levando em conta o sucesso de Homem-Aranha, Homem de Ferro, Hulk, X-Men, Vingadores e tantos mais, é bem possível que as fagulhas geradas pela criatividade do cartunista nunca morram.

Diante do luto, aproveitamos para fazer uma breve homenagem a Stan Lee. Relembramos alguns momentos em que os personagens a quem ele deu vida ou que fazem parte do Universo Marvel se cruzaram com o futebol. Não são poucas as referências. Afinal, há milhões de fanáticos por sua obra também no mundo da bola.

– As máscaras do Homem-Aranha

Criação mais célebre de Stan Lee, o aracnídeo também está entre os personagens favoritos dos jogadores de futebol. Várias são as comemorações de gols em que uma máscara do Cabeça de Teia surgiu em campo. Pierre-Emerick Aubameyang talvez seja o mais famoso pelo gesto, repetido em seus tempos de Saint-Étienne e Borussia Dortmund. Outros, como Jonás Gutiérrez, Edwin Cardona e Änis Ben-Hatira seguiram pelo mesmo caminho. Não é incomum, aliás, que algum engraçadinho invada o campo vestido como o Aranha. Aconteceu duas vezes na Premier League recentemente.

– O goleiro-aranha da França

Jérémie Janot, por sua vez, não se contentou apenas com a máscara. O goleiro do Saint-Étienne era lembrado por ter um parafuso a menos, idolatrado pelos torcedores também por suas loucuras. Em certo momento, o uniforme do camisa 1 era inspirado na roupa do Homem-Aranha. Pois ele foi além, chegando a usar a máscara do herói durante a fotografia dos Verts antes do pontapé inicial. Na Itália, Walter Zenga também chegou a usar uniformes com alusão ao Cabeça de Teia, já que era apelidado de ‘Uomo Ragno’. Já o uruguaio Pablo Aurrecochea, que adora fazer referências a personagens, já teve camisas do Hulk e do Homem-Aranha.

– O Homem-Aranha que virou amuleto na CAN

Antes de partir à Copa Africana de Nações de 2015, o goleiro ganês Brimah Razak ganhou um presente de seu filhinho. O menino deu um boneco do Homem-Aranha ao pai, e disse: “Leva isso, papai, porque tem muita força e sempre te ajudará”. O arqueiro passou a deixar o brinquedo ao lado de sua meta, como um amuleto da sorte. Gana acabou derrotada na decisão da CAN, justamente com um pênalti desperdiçado por Razak. Ainda assim, ele resolveu manter o Homem-Aranha ao seu lado a cada atuação, como uma lembrança permanente da família.

– O Atlético de Madrid veste a aranha

Patrocinado pela Columbia Tristar em meados da década passada, o Atlético de Madrid usou em seus uniformes os anúncios de diferentes filmes. Entre eles, Homem-Aranha 2, a produção em que o aracnídeo protagonizado por Tobey Maguire enfrenta o Doutor Octopus. Na camisa rojiblanca, uma discreta aranha aparecia no centro do abdômen. Mais chamativo era o uniforme reserva, azul, com o símbolo do filme e uma enorme teia.

– Deadpool em Old Trafford

Deadpool não é uma criação de Stan Lee, mas vale a menção por estar inserido no Universo Marvel. Em maio, para promover o filme Deadpool 2, o ator Ryan Reynolds contracenou com os jogadores do Manchester United. Um vídeo cheio de ironia foi feito para promover o filme – que ainda contou com ações envolvendo David Beckham e o Estádio Olímpico de Berlim. Os Red Devils são patrocinados pela 20th Century Fox, o que explica a publicidade.

– Os pequenos mutantes Red Devils

O contrato assinado pelo Manchester United, aliás, proporcionou outro momento peculiar em Old Trafford. Há dois anos, para divulgar o novo filme dos X-Men, os Red Devils substituíram seus tradicionais mascotes por pequenos mutantes. Cada criança carregava o nome de um personagem nas costas, alguns devidamente caracterizados – incluindo os que tiveram que se pintar de azul para representar o Fera, o Noturno e a Mística. Entraram em campo antes da vitória sobre o Bournemouth, pela Premier League.

– Quando Rooney virou Wolverine

Como se não bastasse, o Manchester United ainda esteve ligado à promoção do filme Logan. Em um trailer do longa , Wayne Rooney apareceu, sendo comparado com Wolverine. O vídeo faz paralelos entre o craque e o herói, durante sua caminhada de percalços rumo ao ápice da forma.

– O Pantera Negra da MLS

Os jogadores do Manchester United também fizeram mídia espontânea ao filme ‘Pantera Negra’, com Paul Pogba e Jesse Lingard reproduzindo o gesto de ‘Wakanda Forever’. O mesmo se viu com Patrick, do Internacional, contra a Chapecoense. Mas nenhum deles não foi tão impactante quanto Alberth Elis, do Houston Dynamo. O hondurenho, conhecido como ‘La Panterita’, colocou a máscara do herói durante a comemoração de um gol na Major League Soccer. Depois, ainda convidou 80 estudantes de Houston para uma sessão de cinema com tudo pago.

– Os uniformes da Marvel

Embarcando na febre pela Copa do Mundo, a Marvel chegou a lançar uniformes especiais em 2018. Camisas produzidas pela Adidas, como se fossem de times de futebol, mas fazendo referência aos seus heróis. Saíram modelos do Hulk, do Homem de Ferro e do Homem-Aranha. Hulk, aliás, é o único personagem da Marvel a ser registrado na súmula de um Mundial. O apelido de Givanildo Vieira de Sousa, foi dado pelo próprio pai do atacante. Aos três anos, o menino gostava de imitar o personagem verde e a alcunha pegou desde então. Estampou a camisa da seleção brasileira na Copa de 2014.

Bônus: Há três anos, um grupo de americanos imaginou como seria um jogo de futebol entre heróis. Não são apenas personagens da Marvel, embora eles marquem forte presença na produção surreal.