Quando o Arsenal anunciou sua parceria com a Adidas, teve torcedor se agarrando ao simbolismo para ter esperança de reviver tempos de maiores glórias no clube. Os primeiros uniformes lançados até aqui, além de bem bonitos, reforçam a ideia de resgate ao passado. A nova camisa reserva, divulgada nesta terça-feira (16), mais especificamente, é uma releitura do clássico uniforme usado entre 1991 e 1993 e seu design conhecido como “bruised banana”.

Com duração de cinco anos, a parceria entre clube e fornecedora começou muito bem. A opinião mais popular entre os torcedores é de que as camisas são as mais bonitas que o time já teve em anos. O aceno ao passado foi um acerto da Adidas, em um momento de revival dos anos 1990. Que o clube tenha tido um uniforme clássico lá atrás justamente feito pela marca alemã foi a cereja do bolo.

Camisas do Arsenal para a temporada 2019/20 (Divulgação)

Adidas e Arsenal voltam a se encontrar 25 anos depois. A fornecedora fez os uniformes dos Gunners entre 1986 e 1994. O novo acordo vale £ 60 milhões por temporada e representa um aumento significativo em relação ao anterior com a Puma, que pagava ao clube do norte de Londres £ 30 milhões por temporada. O uniforme reserva será usado na estreia do time na Premier League, contra o Newcastle, em 11 de agosto.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Trivela (@trivelafutebol) em