Nos acréscimos e na prorrogação, Basaksehir fez dois gols agônicos para derrotar o Sporting

Visca empatou aos 46 minutos do segundo tempo e cobrou pênalti no fim da prorrogação para classificar os turcos

O gol no fim que muda o resultado é uma entidade especial e deliciosa do futebol e, nesse sentido, a vitória do Istambul Basaksehir sobre o Sporting por 4 a 1, nesta quinta-feira, foi duplamente emocionante, com Edin Visca marcando primeiro para forçar a prorrogação e depois para selar a passagem dos turcos às oitavas de final da Liga Europa.

[foo_related_posts]

O Sporting havia vencido o jogo de ida por 3 a 1, o que significava ao Basaksehir fazer pelo menos 2 a 0 e, logo aos sete minutos, Clichy antecipou no meio-campo, avançou e cruzou. A bola passou por Demba Ba e encontrou Danijel Aleksic livre na segunda trave. O camisa 91, porém, cabeceou para fora.

Aos 31 minutos, metade da missão foi cumprida quando Ba desviou a cobrança de escanteio para boa defesa de Luis Maximiano, mas Martin Skrtel conseguiu cabecear o rebote entre as pernas do goleiro do Sporting.

Antes do intervalo, Aleksic redimiu-se do erro com uma linda cobrança de falta, a partir da ponta direita, direto no ângulo de Maximiano: 2 a 0. Após uma troca de passes pela esquerda, Demba Ba apareceu de frente para o goleiro, que fez a defesa. Caído, o próprio Ba pegou o rebote, para outra intervenção de Maximiano.

O gol que o Sporting precisava para passar saiu aos 22 minutos, quando Acuña cruzou alto da esquerda, e Vietto subiu para cabecear firme. No entanto, aos 47 minutos, Visca recebe pela esquerda, entrou na área e buscou o ângulo para bater forte de perna direita, no canto de Maximiano.

Devolvendo o 3 a 1, o Basaksehir conseguiu levar a partida à prorrogação, na qual, a três minutos do fim, o árbitro Antonio Matéu, da Espanha, assinalou um pênalti. Robinho lançou a bola à área, Acuña afastou e Júnior Caiçara recolhia a sobra quando foi derrubado por Vietto.

Visca cobrou, fez seu segundo gol na partida e classificou o Basaksehir.

.

.