Poucos jogadores na história foram tão bons quanto Johan Cruyff. Porque poucos foram tão inteligentes quanto o holandês. Não bastasse a enorme qualidade técnica, o craque da camisa 14 dissecava o jogo como poucos. Antevia os lances e organizava o time através de sua movimentação. Não à toa, era o cérebro de esquadrões revolucionários, como o Ajax e a Holanda de Rinus Michels. Assim como, do lado de fora do campo, pôde ser o mentor de outra renovação do “jogo bonito”, com o seu Dream Team do Barcelona.

Há um lance, no entanto, que consegue resumir toda a maestria de Cruyff em poucos segundos. E ele aconteceu durante a maior competição de sua carreira, a Copa do Mundo de 1974. Em um jogo da primeira fase, a Holanda não passou do 0 a 0 contra a Suécia, em Dortmund. Mas o camisa 14 protagonizou um dos dribles mais sensacionais já vistos. A bola veio sem muito sal na lateral da grande área. Ainda assim, o gênio tirou o coelho da cartola, escondendo a bola e fazendo o marcador ficar perdidinho.

Neste sábado, Cruyff completa 68 anos. E este vídeo é o nosso muito obrigado por ter nos presenteado com tantos lances fantásticos ao longo da carreira.

Aliás, para quem se interessou no jogo, é possível assistir a todos os lances individuais de Cruyff no vídeo abaixo: