A Liga dos Campeões da África abriu seus mata-matas nesta sexta-feira, com as partidas de ida pelas quartas de final. E um duelo curioso aconteceu no Marrocos: carrascos em comum dos brasileiros no Mundial de Clubes, Raja Casablanca e Mazembe se encararam no Estádio Mohammed V. Como de praxe, a torcida alviverde realizou uma festa belíssima durante a entrada dos times, com mosaicos que tomavam diferentes setores. Dentro de campo, o Raja também celebrou a vitória por 2 a 0.

O enorme mosaico verde ocupou as duas curvas do estádio, além de um dos setores centrais. Alguns bandeirões com a imagem dos jogadores e dos torcedores também foram erguidos. Ambiente fantástico, que certamente motivou o Raja Casablanca ao resultado positivo. A equipe da casa abriu o placar logo aos seis minutos, com Ben Malango, ex-jogador do Mazembe. Já aos 34 do segundo tempo, Badr Banoun concluiu o triunfo dos marroquinos.

Na outra partida desta sexta, o Zamalek derrotou o atual campeão Espérance por 3 a 1. Os egípcios vinham de uma semana conturbada, em que deram um W.O. no clássico contra o Al Ahly e correm risco de uma sanção pesada no Campeonato Egípcio. Na Champions Africana, ao menos, a equipe fez sua parte no Cairo. Abdelraouf Benguit até abriu o placar ao Espérance, mas o Zamalek empatou no primeiro tempo com um golaço Mohammed Ounajem. Durante o segundo tempo, Achraf Bencharki e Mahmoud Alaa decretaram a virada dos anfitriões.

As quartas de final da Champions seguem em frente neste sábado. O Al Ahly recebe o Mamelodi Sundowns no Egito. Já o Wydad Casablanca encara o Étoile du Sahel no Marrocos. Restam apenas camisas pesadas e clubes com títulos recentes no torneio continental.