A Serie A não costuma contar em seus estádios com a mesma lotação de outras grandes ligas europeias. Na temporada 2012/13, a média de público da competição foi de 23 mil torcedores, ocupando 62% das arquibancadas – números inferiores aos de Alemanha, Inglaterra e Espanha. Dentro desse contexto, o Pescara ajudou a empurrar para baixo essas quantidades, levando 12,7 mil por jogo ao Estádio Adriático. Para que as arquibancadas estejam um pouco mais cheias na Serie B 2013/14, porém, os Delfini tomaram uma decisão pouco usual.

Os torcedores desempregados ganharão ingressos gratuitos para os jogos em casa do Pescara. A medida foi articulada em conjunto com a prefeitura da cidade, em uma situação inédita no futebol italiano. A chance de elevar o público de 4,9 mil pagantes, apresentado na estreia oficial do clube na temporada, contra o Pordenone, pela Copa da Itália.

“Nós estamos maravilhados por tornar isso possível, graças à ajuda preciosa da província, para distribuir cerca de mil carnês da temporada às pessoas em dificuldades. Nós sempre queremos nos manter próximos de nossos torcedores e de seus pedidos, dando uma mão aos infortunados que querem seguir nossas cores”, declarou o presidente Danilo Iannascoli. A estreia do Pescara na Serie B acontece no dia 24 de agosto, em casa, contra a Juve Stabia.

A medida é interessante tanto para os torcedores quanto para o clube. Os fãs poderão acompanhar de perto a equipe, por mais que ainda conseguissem dar um jeito de comprar os ingressos mais baratos. Melhor ainda é a propaganda para a diretoria, que enche um pouco mais as arquibancadas e entra na mídia com a imagem de benfeitora. Ao que parece, um final feliz para todos, especialmente se o Pescara conquistar o acesso.