O Libertad só dependia de suas próprias forças para faturar o Campeonato Paraguaio. Como se não bastasse, tudo conspirou para que o Gumarelo soltasse o grito de campeão na última rodada do Torneio Clausura. Jogando em casa, a equipe treinada por Rubén Israel venceu o Sportivo Luqueño por 2 a 0. Ainda por cima, o clube contou com uma derrota do Nacional, que, por si só, já garantiria o troféu.

Este é o 16º título nacional do Libertad, terceiro maior vencedor da história da competição, que não comemorava uma conquista desde 2010. O feito também garante o clube como um dos três representantes paraguaios na Copa Libertadores de 2013, ao lado de Cerro Porteño e Olimpia.

O jogo do título contou com atuação decisiva de José Ariel Núñez, artilheiro da competição. Com apenas 20 minutos de jogo, o atacante balançou as redes duas vezes e encaminhou o triunfo no Estádio Nicolás Leoz. Para facilitar, o Sportivo Luqueño ainda teve um jogador expulso no primeiro tempo.

Sustentando seis vitórias consecutivas e 16 partidas de invencibilidade, o Libertad fechou a campanha três pontos acima do Nacional. Os rivais pela ponta foram batidos fora de casa pelo Rubio Ñú por 1 a 0. Já os clubes rebaixados são o Independiente e o Tacuar, com o Sportivo Carapeguá se safando apenas na rodada final, ao golear o Olimpia por 4 a 1.