O Campeonato Espanhol teve uma rodada prolífica neste domingo. Nada menos que 20 gols foram anotados em cinco partidas, em média de quatro tentos por compromisso. E a emoção não faltou. Se o Real Madrid não satisfez sua torcida com a atuação capenga contra o Valladolid, os demais vencedores cumpriram a missão com certa dose de galhardia. O destaque vai à maneira como os minutos finais valeram bastante. Dois duelos só foram definidos nos instantes derradeiros, consagrando pontos vitais a Valencia e Villarreal.

O Valencia entrou em campo no início da tarde, fazendo uma partida difícil contra o Girona em Montilivi. Por duas vezes os valencianos ficaram em vantagem, permitindo o empate do catalães em ambas. Gonçalo Guedes anotou o primeiro, antes que Jonas Ramalho igualasse. Já no segundo tempo, Dani Parejo deixou sua marca mandando no cantinho, até que Cristhian Stuani aproveitasse a vantagem numérica de sua equipe, após a expulsão de Facundo Roncaglia, para anotar o gol que parecia definir a peleja. Não ainda. Um contragolpe voraz permitiu que Ferrán Torres desse a vitória aos Ches, com o relógio na casa dos 45. Neto ainda faria um milagre nos acréscimos, evitando a nova reação dos anfitriões. O Valencia aparece na sétima colocação, a um ponto da zona de classificação à Liga Europa.

O Villarreal, por sua vez, precisava da vitória na visita ao Levante. Os gols do jogo ficaram contidos aos acréscimos do segundo tempo, depois que os valencianos tiveram um tento anulado por impedimento visualizado graças ao VAR. Rober Pier marcou contra e garantiu o alívio do Submarino Amarillo aos 47. Três minutos depois, houve tempo para Samuel Chukwueze fechar a conta, num belíssimo chute colocado da ótima revelação da equipe. O Villarreal deixa a zona de rebaixamento, com 26 pontos, um acima do Z-3. Já o Levante tem 30 e ainda corre os seus riscos na temporada.

Menção honrosa à dupla da Andaluzia. O Betis derrotou o Celta por 1 a 0 em Balaídos, seguindo sua trajetória oscilante na temporada. A dez minutos do fim, Jesé Rodríguez fez o tento dos visitantes. Os beticos estão em oitavo e seguem na briga pela Liga Europa, enquanto os celestes retornaram ao Z-3. Já o Sevilla finalmente encerrou sua péssima sequência, que o afastou do G-4. Depois de cinco jogos sem triunfar na Liga, o time de Pablo Machín goleou a Real Sociedad por 5 a 2. Destaque a Wissam Ben Yedder, autor de três gols. O francês soma 15 na campanha. O triunfo assegura a sexta colocação dos rojiblancos, a cinco pontos de alcançar o surpreendente Getafe na zona da Champions. A Real Sociedad, por sua vez, desperdiçou uma boa oportunidade de saltar na tabela e é a décima colocada, a cinco pontos da Liga Europa.