Se Napoli e Juventus já despontaram e abriram vantagem na disputa do título do Campeonato Italiano, a busca da terceira posição da Serie A também não deixa por menos, com Lazio e Internazionale disputando o lugar ponto a ponto, rodada após rodada. Nesta 22ª rodada, o time de Milão falhou justamente quando não podia falhar: fazia 1 a 0 na SPAL, fora de casa, mas tomou o empate no último minuto do tempo regulamentar. Não só seguiu três pontos atrás da equipe da capital, como poderá vê-la seis pontos à frente, caso ela supere o Milan em San Siro, no penúltimo jogo da rodada.

Já no começo, a Inter avançou. Aos oito minutos do primeiro tempo, após cruzamento de Antonio Candreva, a bola foi desviada por Mauro Icardi, já na segunda trave. Porém, a tentativa não trouxe problema nenhum a Alex Meret, estreando no gol da SPAL. Aos 14, do meio, Borja Valero deixou a bola com Matías Vecino, e o uruguaio cruzou. Já na área, Candreva dominou e bateu para a defesa de Meret, rebatendo. Só aos 20 minutos a equipe da casa tentou algo: Mirco Antenucci mandou para a área, e Alberto Grassi subiu bastante, cabeceando por cima da meta defendida por Samir Handanovic.

De resto, pouco aconteceu na etapa inicial. Os Nerazzurri tentaram aos 31, quando Borja Valero inverteu o jogo com Ivan Perisic, e o croata completou de voleio, que passou longe. Já o time da casa avançou aos 38: Federico Viviani desviou, e Antenucci pegou a bola nas proximidades da área, cortando e batendo, mas Handanovic defendeu encaixando com tranquilidade. Aos 42, o escanteio de João Cancelo acabou sendo perigoso: a cobrança fechada foi afastada por Meret com o punho.

Mas foi outro o cruzamento de Cancelo que rendeu o gol interista, já no segundo tempo: aos quatro minutos, o português mandou a bola da esquerda, e Francesco Vicari tentou afastar. Mas o desvio rendeu mesmo foi um gol contra. Só restou à SPAL tentar o empate, e isso ocorreu a partir dos 10 minutos, quando Viviani experimentou chutar, e a bola desviou em Miranda, indo para a linha de fundo.

O ataque nerazzurro criou algo: aos 13, Ivan Perisic avançou pela esquerda, cruzou rasteiro, e Vecino completou para boa defesa de Meret, que espalmou por cima. Mas aos 19, a SPAL deu algum trabalho à defesa: Antenucci cruzou para a área, Miranda afastou parcialmente, Vicari tentou de novo, e Milan Skriniar precisou tirar com a cabeça da pequena área.

Aos 27, a Inter teve sua oportunidade final: após tabelar com o compatriota Perisic, Marcelo Brozovic arrematou da entrada da área, e Meret espalmou para fora. Desde então, os visitantes de Milão mantinham o domínio, e a vitória parecia sob controle. Parecia. Porque exatamente aos 45 minutos do segundo tempo, a SPAL fez 1 a 1: Antenucci dominou na entrada da área, arrematou, e um leve desvio de Alberto Paloschi, de cabeça, mandou a bola no canto esquerdo de Handanovic, frustrando os interistas – e abrindo caminho para a Lazio.