Aos 26 anos, Iker Muniain não se transformou no craque que muitos apostavam no início de sua carreira, até pelos seguidos problemas de lesão que sofreu. No entanto, o capitão do Athletic Bilbao tem ótimas condições de se eternizar como um ícone do clube. No último final de semana, o ponta alcançou os 300 jogos por La Liga, se encaminhando para superar as 466 aparições que garantem o recorde dos leones ao lendário José Ángel Iribar. E, nesta jornada que constrói, o camisa 10 viveu uma atuação marcante nesta quarta. Anotou dois gols na vitória por 3 a 0 sobre o Espanyol, com direito a uma pintura em San Mamés.

Muniain precisou de quatro minutos para abrir o placar. Em uma bola que ricocheteou na área, ele foi mais rápido para mandar às redes. Nada que se comparasse ao segundo gol, assinalado aos 17. O atacante dominou, esperou a bola amortecer na grama e soltou a perna. Acertou um chute fantástico de direita, na veia, para matar a coruja na meta do Espanyol. Mais bonita foi a plasticidade de seu movimento. Já no segundo tempo, Muniain não balançou as redes, mas teve enorme influência no terceiro gol. Foi em um lance brigado pelo capitão que Victor Gómez mandou contra as próprias redes.

É apenas a segunda vez na carreira que Muniain anota dois gols no mesmo jogo pelo Campeonato Espanhol. Desta vez, a noite será ainda mais inesquecível ao ponta. E o resultado ajuda o Athletic Bilbao a se recuperar na tabela. A equipe encerra a sequência de cinco rodadas sem vencer e alcança o oitavo lugar, com 16 pontos. Já o Espanyol, em péssimo momento, é o penúltimo colocado.